Quarta-feira, 31 de Maio de 2006
ALBUFEIRA E O POLIS

MAIO COM BALANÇO NEGATIVO

ZÉ D'ALBUFEIRA                                                                                  

Hoje, dia 31, final do mês - tempo de balanço. Que balanço fazer do mês de Maio em Albufeira?

Tudo (quase tudo) gravitou à volta do Programa Polis. As obras desenrolaram-se a um ritmo frustrantemente lento. Os comerciantes e hoteleiros protestaram. A generalidade da população também. Esta não somente pelo passo de caracol a que marcham os trabalhos, mas igualmente por se sentir desinformada, por deficiente comunicação de quem de direito (Câmara e Sociedade Polis). Gastam montes de dinheiro em brochuras que ninguém percebe (só os técnicos) e não se acede ao comum das pessoas com informação fiável.

O presidente da Câmara desancou no Governo, tentando atribuir-lhe o ónus da questão. O Partido Socialista, que também tem culpas no cartório, pois foi o pai da criança, apontou, por seu turno, o dedo acusador ao executivo camarário PSD, dizendo que a sua incompetência e irresponsabilidade foram, afinal, os culpados da situação a que se chegou.

Entretanto, ficou a saber-se que na Praça dos Pescadores um mamarracho vai dar lugar a  outro ainda pior. Por que não, pura e simplesmente, limpar daquele espaço todo o lixo urbanístico que contém?

Mais grave ainda: destruíram parte substancial do Passeio Marginal, um dos ex-libris mais queridos das gentes de Albufeira e mais apreciados pelos visitantes.

Resultado de tudo isto, na opinião dos agentes económicos: o verão, em termos de exploração turística, está irremediavelmente perdido!

Quantos anos levará a recuperar?

PROMESSAS

Para adoçar a boca aos munícipes, veio o presidente da Câmara, em medida avulsa, prometer a construção de três campos de futebol com relva artificial e outros tantos pavilhões gimnodesportivos. Mas planeamento com cabeça, tronco e membros é coisa que não existe.

contacto - albufeirasempre@sapo.pt



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

Terça-feira, 30 de Maio de 2006
FEIRA DO LIVRO DE ALBUFEIRA

ESTARÃO CRIADAS CONDIÇÕES PARA O SUCESSO?

Porque nos parecem pertinentes as questões levantadas pelo nosso leitor Helder Neto, em comentário que nos enviou, acerca da próxima realização da Feira do Livro, trazêmo-las hoje à estampa, fazendo delas o tema desta terça-feira (o título é da responsabilidade da Redacção).

Vai decorrer em Junho uma feira do livro em Albufeira, para a qual estão programados cinco encontros de escritores, sob o signo de paginários 2006. A feira localizar-se-á muito perto da Câmara Municipal. Tanto o mês como o local estão mal escolhidos, correndo-se o risco de cair no fiasco.

Com o nível cultural das nossas gentes, do turismo actual, da carga das matérias que serão versadas, quem estará interessado nessa aposta?

Que divulgação eficiente está a ser coordenada nesse sentido? Que se oferece às pessoas em troca de um interesse nesse sentido?

Passo a enumerar alguns items do programa: dia 8, A Literatura e a Música; dia 9, A Literatura: Prazer ou Sofrimento?; dia 10, A Poesia: Qual o Caminho?; dia 13, Pintura e Fotografia; dia 14, A Literatura e a História.

Como vai toda esta temática ser assimilada pelo povo e visitantes de Albufeira?

Aguardemos.

                                                                                                   Helder Neto

contacto - albufeirasempre@sapo.pt



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

Segunda-feira, 29 de Maio de 2006
NAS RUAS DE ALBUFEIRA

PEÕES DEVEM COMPORTAR-SE COM CIVISMO

ZÉ D'ALBUFEIRA

Peões incautos, que cruzam as avenidas da nossa cidade, frequentes vezes iniciam a travessia das passadeiras sem acautelarem situações em que os carros já estão mesmo a passar sobre elas (passadeiras) e em risco de passarem sobre eles (peões). Isto porque a lei e a sinalética existente (referimo-nos a passadeiras sem controle de semáforos) lhes atribuem a prioridade. Esquecem, porém, que essa prioridade só deve ser usada com recurso a uma medida basilar de prevenção, que é esta: parar, olhar e só avançar se concluir que as viaturas que se aproximam têm suficiente margem de segurança para interromper a sua marcha sem provocar acidentes. Resultado: ou são atropelados, pondo em risco as suas vidas e de terceiros, ou dão origem a que um carro, por ser forçado a uma travagem brusca, seja abalroado pelo que se lhe segue.

Nas últimas duas semanas, pelo menos três situações destas ocorreram na avenida dos Descobrimentos, no troço entre a rotunda dos relógios e o cruzamento dos Bombeiros, provocando num dos casos um ferido com alguma gravidade e um choque em cadeia que envolveu vários automóveis.

Bom seria que as possoas, em vez de se "mandarem para a frente", muito senhoras do seu nariz por pensarem que a prioridade lhes dá direito a tudo, agissem com particular civismo, precisamente para salvaguardarem o seu direito à vida e à saúde. E o direito à vida e à saúde dos outros, também.

contacto - albufeirasempre@sapo.pt



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

Sábado, 27 de Maio de 2006
FIM-DE-SEMANA

O fim-de-semana é tempo de descanso, para ser vivido em família. E nós também nos arrogamos poder fazê-lo. Porém, para não privar os leitores da nossa presença assídua, a equipa que produz e edita diariamente o blog ALBUFEIRAsempre publicará aos sábados textos, de actualidade reconhecida, que convidarão à reflexão.

Eis o primeiro.

O ESTRANHO CASO DOS PEQUENOS PAÍSES

Nasceu mais uma criança à comunidade internacional, o Montenegro. Pode não ser viável, mas não abortou.

Em Timor, há quem pergunte se valeu a pena lutar pela independência.

Em Bissau, um filme de serviço público sobre os "comandos" portugueses deixados para trás (e para a morte) revoltou os estômagos, sobretudo dos que desconheciam a infâmia.

Em África, a universidade e a rua começa a livrar-se da explicação simplista para os males locais. Não vale a pena continuar a condenar só o "colonialismo", quase meio século depois das libertações.

E nos Balcãs, e no Médio Oriente (onde ainda há nações à espera de Estado), pergunta-se o que é a verdadeira liberdade. E se tudo esteve certo, no caminho.

Claro que não. Mas voltar atrás é impossível. A única esperança é o perdão, a reconciliação, a força de gerações que já não possuem razões para se odiar. E a cautela, para não cair nos braços de amos, disfarçados de protectores.

                                                                                      Nuno Rogeiro, in Sábado.



publicado por albufeiradiario às 09:00
link do post
partilhar

Sexta-feira, 26 de Maio de 2006
ALBUFEIRENSES ASSISTEM IMPÁVIDOS E SERENOS

POLIS DESTRÓI PASSEIO MARGINAL

passeio dos tristes.-.jpg

ZÉ D'ALBUFEIRA   

Grande parte do Passeio dos Tristes (vulgo Passeio Marginal) foi destruído pelo camartelo municipal, no âmbito do Programa Polis, alegadamente, pelo perigo iminente de derrocada. Fica-se sem saber, exactamente, se o passeio ameaçava ruir (e nesse caso poderia vitimar algum pescador isolado, ou um grupo de veraneantes ou, ainda - quem sabe - algum casalinho que, à noite, quisesse dar largas ao seu amor) ou se serão as casas implantadas sobre as arribas que estão em vias de vir parar cá abaixo...

Parece-nos que em perigo de derrocada (se é que já não completamente esfrangalhadas) estão as mentes de alguns pseudo-técnicos urbanistas/ambientalistas que têm como actividade principal armarem-se em intelectuais modernistas para destruir uma parte substancial do que Albufeira (ainda) tem de bom. Ainda por cima ganhando balúrdios do nosso bom dinheirinho!!!

Aqui há anos, foi a gruta da Ponte de terra, agora foi todo o troço a partir da Ponte de fóra - em suma: foi-se um dos mais belos e românticos ex-libris de Albufeira.

Já agora, e por óbvias razões de segurança da população local e de quantos nos visitam, vejam lá se também é imperioso deitar abaixo a torre do relógio, ou a torre da Igreja Matriz, quiçá as escadinhas do túnel e, eventualmente, O PENECO.



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

Quinta-feira, 25 de Maio de 2006
CONTRADIÇÕES ARQUITECTÓNICAS E URBANÍSTICAS

PARTICULARES OBRIGADOS A PRESERVAR    

CÂMARA E POLIS PODEM DESTRUIR

Zé d'Albufeira

Há coisas que parece que são mesmo para ninguém perceber!                   

Vá lá uma pessoa entender por que razão é obrigada a preservar a arquitectura de um determinado edifício em ruínas - quando ao lado, as entidades administrativas, elas próprias, constroem coisas pseudo-modernas, muitas vezes sem qualquer nexo, completamente desintegradas dos espaços circundantes, autênticos atropelos ao comum bom senso dos cidadãos...

Tanto a Câmara de Albufeira quanto a Sociedade Polis, ou ambas em conjunto (e em certas situações é difícil discernir, tal é a salgalhada), têm obrigado os proprietários a manter as fachadas ditas tradicionais dos edifícios que pretendem reconstruir - o que entra em linha de contradição com  intervenções "futuristas" de que estão a ser alvo alguns dos recantos até aqui mais característicos de Albufeira.

Podíamos dar, pelo menos, uma boa dezena de exemplos, mas quedamo-nos pelos dois a seguir indicados, por serem bem conhecidos e bastante demonstrativos daquilo que afirmamos (e que, aliás, têm sido motivo de falatório entre a populaça).

Na Esplanada Dr. Frutuoso da Silva, estão a  "requalificar" (como é fino agora os técnicos dizerem) o miradouro com um projecto todo futurista (?), mas obrigam o prorietário da casa verde (a casa dos Bilas, ao lado do Bizarro) a manter a fachada com os azulejos todos pôdres e a cair aos bocados; na Avenida 25 de Abril, estão a construir um parque de estacionamente em altura, de linhas rectas e formas angulosas, tipo "caixote", onde eram a concentradora e o quintal dos Pereiras, e obrigam o dono da casa ao lado a manter a traça, bonita sim senhor, mas a precisar verdadeiramente de ser reconstruída de raiz.

Alguém percebe?

PASSATEMPO ALBUFEIRA POLIS

O BLOG ALBUFEIRAsempre oferece uma estadia num paraíso nas Caraíbas a quem consiga garantir que as obras do POLIS estarão prontas antes do verão



publicado por albufeiradiario às 08:53
link do post
partilhar

Quarta-feira, 24 de Maio de 2006
FUTEBOL / PELÉ NO WEST HAM?

O JOGADOR ALBUFEIRENSE PODE RUMAR A INGLATERRA

                                                                                               

ZÉ D'ALBUFEIRA                                         

Com a despromoção do Belenenses à Liga de Honra e a consequente rescisão do contrato que o ligava ao clube da cruz de Cristo, novos horizontes se abrem ao central Pelé que, ao longo da época e apesar da descida, tão boa conta deu de si, sendo considerado um dos jogadores mais regulares do plantel.

O jogador albufeirense poderá rumar ao campeonato de Inglaterra, uma vez que observadores do West Ham têm vindo, desde há algum tempo, a acompanhar as suas actuações. Aliás, ALBUFEIRAsempre sabe que o manager do clube inglês se deslocou esta semana a Albufeira para contactar (e contratar?) Pelé. Este, porém, e como é óbvio, mantém total confidencialidade sobre o assunto. 

SPORTING, BRAGA E SETÚBAL TAMBÉM SÃO HIPÓTESES

Caso a ida para Inglaterra não se confirme, Pelé poderá rumar a Alvalade e, assim, concretizar o sonho de jogar num dos grandes em Portugal. O Sporting também tem acompanhado a carreira de Pelé e as suas características assentam como uma luva nas necessidades actuais do sector defensivo dos leões.

Por outro lado, Sporting de Braga e Vitória de Setúbal também são hipóteses, sabendo ALBUFEIRAsempre que o clube da cidade dos arcebispos está sobremaneira interessado no concurso do jogador.

Pelé é natural de Albufeira, tendo feito toda a sua formação no Imortal, onde se iniciou na categoria de escolas. Cedo deu nas vistas e, depois de ter actuado com êxito em todos os escalões do clube albufeirense, tendo sido algumas épocas titular da equipa profissional, ingressou no Farense, onde passou a ter dimensão nacional, e daí rumou ao Belenenses.

PASSATEMPO ALBUFEIRA POLIS

ALBUFEIRAsempre oferece uma estadia num paraíso das caraíbas a quem for capaz de garantir que as obras do POLIS estão concluídas antes do verão.



publicado por albufeiradiario às 08:23
link do post
partilhar

Terça-feira, 23 de Maio de 2006
Por ZÉ D'ALBUFEIRA

QUE SE PASSA COM O CENTRO DE DIA DO ROSSIO?

Há meses atrás, no período de pré-campanha para as eleições autárquicas, a máquina de propaganda do presidente da Câmara de Albufeira juntou alguns idosos do Largo da Bica, fotografou-os a jogar à carta - e apresentou publicamente o novo Centro de Dia do Rossio, inaugurado com pompa e circunstância no renovado edifício do matadouro municipal.

Daí para cá, nada funcionou, e ainda hoje ninguém sabe quando começará a funcionar.

Aquele equipamento social, entregue pela Câmara à gestão da Associação Humanitária de Solidariedade de Albufeira (AHSA) continua por abrir, defraudando as mais legítimas expectativas dos eventuais utentes e provando à evidência que o anúncio da sua abertura não passou de mais uma (entre tantas outras) manobra eleitoralista da actual maioria camarária.

Nem os velhos, que precisam de espaços dignos para ocupar os seus tempos livres, nem aquela meritória associação (que tem vindo a desenvolver um trabalho a todos os títulos louvável em prol dos desfavorecidos da nossa terra) mereciam ter sido usados pelo Partido no poder em Albufeira como meros veículos de propaganda eleitoral.

Tenham vergonha, senhores! Ponham primeiro as coisas a funcionar e anunciem-nas depois! E de preferência sem olhar a calendários eleitorais...



publicado por albufeiradiario às 06:56
link do post
partilhar

Segunda-feira, 22 de Maio de 2006
Por ZÉ D'ALBUFEIRA

VAMOS COMEÇAR

Embora ainda em fase de instalação, mas correspondendo aos pedidos de algumas famílias, vamos hoje começar a produzir matéria para apreciação dos nossos prezados leitores.

Como é óbvio e havíamos prometido no primeiro post, iremos versar temas relacionados com o presente e o futuro de Albufeira e dos albufeirenses. Estes, aliás, e o seu bem-estar, constituirão o principal objectivo do blog ALBUFEIRAsempre, numa perspectiva de intervenção cívica salutar e bem-intencionada. Apresentaremos os nossos pontos de vista com seriedade e objectividade e faremos crítica construtiva, visando unicamente servir, pela positiva, Albufeira e os albufeirenses.

CONTAMOS COM TODOS PARA FAZER MAIS E MELHOR

Queremos ser, dentro de pouco tempo, um sinal de referência na sociedade albufeirense, um verdadeiro forum de discussão dos problemas locais. Contamos, por isso, com a colaboração permanente dos nossos leitores, no sentido de nos transmitirem as suas opiniões e aspirações e de nos facultarem os seus comentários - desde que imbuídos dos mesmos propósitos de bem servir a nossa terra e as suas gentes.

MÃOS À OBRA

Mãos à obra, pois. A partir de agora, estaremos diariamente convosco. Participem, na medida do posível, pois, juntos poderemos fazer muito por Albufeira e pelas nossas famílias.

DIVULGUEM-NOS

Para que os nossos objectivos sejam atingidos, é imprescindível desencadear imediatamente uma grande acção de divulgação do blog ALBUFEIRAsempre. É preciso que cada um dos nossos leitores vá permanentemente passando palavra a todos os familiares, amigos, vizinhos e companheiros de trabalho, dando a conhecer a toda a gente a existência do blog e do respectivo endereço:

www.albufeirasempre.blogs.sapo.pt



publicado por albufeiradiario às 19:13
link do post
partilhar

pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Freguesia de Albufeira

Eleições locais 2017

Proclamação da República

Previsão meteorológica

Autárquicas Albufeira

Autárquicas 2017

Bispo emérito de Setúbal

Adeus verão

Autárquicas 2017

Autárquicas 2017

arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

links
blogs SAPO
subscrever feeds