Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006
Operação de Natal - vamos encher o cabaz

NATAL SEM PRESÉPIO ?

ZÉ D'ALBUFEIRA  

ACOSAL, A Avezinha e Câmara Municipal, em boa hora, deram as mãos para levar a efeito uma denominada "Operação de Natal - vamos encher o cabaz", com a qual pretendem recolher alimentos, roupas e brinquedos  para distribuir pelos protegidos da Santa Casa da Misericórdia e da AHSA. É uma iniciativa que vem na esteira das nossas preocupações, que saudamos e aplaudimos vigorosamente - e para a qual apelamos à generosidade do povo de Albufeira e de quantos nos visitarão nesta quadra natalícia.

Segundo foi anunciado em conferência de imprensa, para além da promoção de acções de animação que visam atrair clientes às lojas do centro da cidade, na baixa de Albufeira serão colocados uma árvore de natal gigante e uma casa do Pai Natal.

Curioso que, sendo alguns dos promotores e apoiantes da iniciativa (como se pode ver pela foto) cristãos assumidos - e sendo a população de Albufeira maioritariamente cristã ou seguidora dos valores cristãos - se tenham esquecido da razão pela qual o Natal existe.

Ou será que já esqueceram o que  é o Natal efectivamente? 

                        Apresentação da Campanha de Solidariedade em Albufeira



publicado por albufeiradiario às 08:33
link do post
partilhar

Terça-feira, 28 de Novembro de 2006
Não assobiem para o lado

ARCEBISPO CONFIRMA NOSSA OPINIÃO

                                                                                D. Jorge Ortiga, arcebispo

Complementando o nosso post intitulado "Natal para os Ricos - e os Pobres?", transcrevemos, com a devida vénia, do Correio da Manhã de hoje:

.

O arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, diz que a crise social que Portugal atravessa “é mais grave e profunda do que o que muitas vezes se pretende fazer crer”.

.

Na apresentação do ‘Fórum das Instituições’, que vai juntar mais de 400 instituições particulares de solidariedade social (IPSS), na próxima sexta-feira, no Campus da Universidade Católica em Braga, o prelado disse que “é preciso dar um murro na mesa e acordar as pessoas para a realidade, que é mais difícil do que o que parece”.

D. Jorge Ortiga diz que “não pode escamotear-se uma realidade que nos mostra empresas a encerrar todos os dias, lançando centenas de pessoas no desemprego, a pobreza a aumentar, sobretudo a chamada pobreza envergonhada, e fingir que está tudo bem”.

 



publicado por albufeiradiario às 07:51
link do post
partilhar

Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006
Natal para os ricos

  E OS POBRES?

ZÉ D'ALBUFEIRA 

Prestes a entrar na quadra natalícia, Albufeira embeleza-se com as já tradicionais iluminações de Natal. Necessárias, sem dúvida, para um destino turístico que aposta nesta época do ano para contrariar a redutora sazonalidade que caracteriza o turismo algarvio. Mas, porventura, manifestamente contrastantes com inúmeras carências que a nossa cidade apresenta a vários níveis. Desde logo, no campo social, onde o número de excluídos aumenta a olhos vistos. Depois, em matéria de infraestruturas básicas, mais uma vez postas à prova com as chuvas recentes. Por fim, no que se refere à segurança dos cidadãos, cada vez mais ameaçada pelo avanço da criminalidade.

A fazer fé no que noticiava há dias um jornal diário, Albufeira é o concelho do País que mais gasta em iluminações de Natal (250 mil euros), depois de Lisboa e Porto.

Com um pouco de imaginação (será que há vontade?) seria possível aplicar uma parcela deste montante, por exemplo, em acções concretas de erradicação da pobreza. Sem pôr em risco as festas dos ricos.

Senhores detentores dos poderes instituídos: Albufeira tem pobres, efectivamente! Não tenham medo das palavras. Nem assobiem para o lado, como se nada fosse convosco.



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

Sábado, 25 de Novembro de 2006
Passado e presente

TOIN' ARTILHEIRO, OS LIVROS, A GULBENKIAN E A MISÉRIA  QUE É O PORTUGUÊS DE HOJE

                       ZÉ D'ALBUFEIRA                                 

Os Cinco da Enid Blyton povoaram o imaginário da minha meninice.

Recordo com saudade a Biblioteca Itinerante nº 23 da Fundação Calouste Gulbenkian, que visitava Albufeira uma vez por mês e estacionava invariavelmente junto à Praça da Verdura, na Meia-Laranja.

Era lá que eu e muitos outros, jovens, adolescentes e adultos, requisitávamos os livros que haveríamos de ler durante cerca de trinta dias. De acordo com a faixa etária de cada um, evidentemente. Tudo controlado pelo sr. doutor, cujo nome me não vem à memória, homem gordo, culto e autoritário, que havia sido carcereiro em Albufeira apesar da sua formatura. Num máximo de cinco exemplares por leitor.

Só o Toin'Artilheiro, figura popular de então, que tinha como ocupação, juntamente com o Zé Bila, fazer assinaturas no Notário a troco de vinte e cinco tostões, tinha autorização para requisitar mais livros. Lembro-me que essa figura simpática de homem humilde e solitário, mas portador de enorme cultura livresca, usava uma grande alcofa de empreita para transportar os livros, tal era a quantidade, da biblioteca para casa e vice-versa. E durante a semana, era vê-lo sentado num banco de pau à entrada do Cartório a ler, em absorção total,  obras de bons autores, à espera que alguém lhe pagasse para comprovar perante o Notário identidades que verdadeiramente ignorava.

Devo a Enid Blyton o interesse que cedo manifestei por obras literárias. Mais tarde, com Eça, Camilo, Pessoa, João de Deus e tantos outros, em boa hora transformado em profundo amor pela Língua Portuguesa. Sobretudo, pela sua boa prática. Mesmo assim, sujeito-me, por  vezes, a oportunos e pertinentes reparos do Tó Manel Machadinho (ele não leva a mal que o não trate por Professor...)

E os jovens de hoje o que é que têm? Harry Potter's, telenovelas brasileiras, pindéricos romances cor-de-rosa, falsos valores. Que, sem precisar de ir todos os meses à carrinha da Gulbenkian, lhes entram constantemente  em casa pelos mais diversos canais que as novas tecnologias e uma decadente sociedade de consumo lhes facultam.  E, no caso dos albufeirenses, uma biblioteca que está fechada nos dias e horas em que as pessoas, particularmente os estudantes,  mais disponibilidade terão para frequentá-la.

Por isso - e pela sucessiva degradação do ensino oficial - se fala e escreve tão mal Português!

Uma miséria.

      



publicado por albufeiradiario às 16:01
link do post
partilhar

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2006
Pescadores esperam e desesperam

PORTO DE ABRIGO SEM CONDIÇÕES

                     ZÉ D'ALBUFEIRA             

Tarda em arrancar o equipamento portuário de apoio aos pescadores de Albufeira. O que nos leva a pensar que o porto de abrigo, não sendo uma estrutura projectada e construída para servir a frota pesqueira local, se resume a uma antecâmara de acesso ao mini-porto de recreio, pomposamente chamado de 'marina'.

Os molhes foram necessários para a criação de condições seguras para a entrada e saída dos barcos de recreio e, de caminho, sempre se foi dizendo que ali seria o porto de pesca. Até porque urgia libertar a praia dos Pescadores para fins de exploração turística. Os toldos e outros 'apoios de praia' sempre rendem mais para alguns...

Certo é que a frota artesanal, para ali empurrada para alegadamente dispôr de melhores meios operacionais, em alguns casos parece estar pior do que na praia.

Os pescadores esperam e desesperam e o velho sonho de décadas nunca mais é concretizado.



publicado por albufeiradiario às 17:01
link do post
partilhar

Domingo, 12 de Novembro de 2006
Bom exemplo para a Câmara de Albufeira
CAMPO DE FUTEBOL MUITO BEM TRATADO EM CUBA (Alentejo)                    
                            ZÉ D'ALBUFEIRA                    

Fui hoje a Cuba, a terra de Cristóvão Colombo, no Baixo-Alentejo, acompanhar a equipa de iniciados de futebol do Imortal, onde joga um filho meu, que ali defrontou o Sporting local em jogo a contar para o campeonato nacional do referido escalão.

Fiquei deslumbrado com o campo que lá têm. De terra batida, é certo, mas com um piso muito bem tratado e, sobretudo, com balneários amplos, bem equipados, pavimentos e paredes revestidos de bons materiais, funcionais e higiénicos. À volta do campo, muitas árvores, pavimentos cimentados, sistema de drenagem eficaz a envolver todo o rectângulo de jogo.

Em suma: um recinto desportivo muito bem tratado, a alegrar os olhos dos visitantes e a oferecer um convidativo ambiente de harmonia a quem ali pratica futebol.

Tudo da responsabilidade da Câmara local, ao que me disseram.

Um gritante contraste com o campo da Palmeira, que todos conhecemos, de ambiente desolador, montes de terra e pedras à volta do recinto de jogo, lama e poças de água sem escoamento, enormes arbustos daninhos  por todo o lado, até dizer 'chega!'

O presidente da Câmara (que até goza da fama de ser amante do desporto) e o seu assessor - a quem endossou as responsabilidades camarárias sobre estas matérias - têm de arranjar tempo para fazer uma visita a Cuba e tomar consciência da profunda diferença existente entre um pobre concelho do 'Alentejo profundo' e um rico Município do litoral algarvio, em termos de equipamentos desportivos. E para não responderem ao Imortal que, por terem pintado os balneários, nada mais há a fazer para melhorar e embelezar o campo da Palmeira.

De pouco serve ter um estádio de cara lavada se tudo o resto for trampa!



publicado por albufeiradiario às 17:33
link do post
partilhar

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006
...

  Homenagem                                                                                    

  

'O Herói que numa bela madrugada fez a diferença entre a noite e o dia: o Capitão Salgueiro Maia'

                                           José Sócrates in Congresso do PS 



publicado por albufeiradiario às 22:49
link do post
partilhar

Quinta-feira, 9 de Novembro de 2006
As 7 Maravilhas do Mundo Português (não tem nada a ver com Exposição do Mundo Português do Salazar)

ALBUFEIRA É FORTE CANDIDATA

ZÉ D'ALBUFEIRA

Está em marcha a candidatura de Albufeira às "Sete Maravilhas de Portugal". Iniciativa que visa isso mesmo: eleger as sete 'coisas' mais maravilhosas do nosso País.

Obviamente, com o núcleo central da praça do granito (e das palmeiras), o largo Engº. Duarte Pacheco. Enriquecido com a cratera d' A Maré. E os jardins suspensos da Meia Laranja.

Que se cuidem os jardins suspensos da Babilónia...



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

Quarta-feira, 8 de Novembro de 2006
P'ra quem diz que "não aconteceu nada"...

FOTOS DE UM BAR DA BAIXA DE  ALBUFEIRA NA NOITE DE DOMINGO PARA SEGUNDA



publicado por albufeiradiario às 07:00
link do post
partilhar

...

   

.

As quadras de António Aleixo 

.

- Dá quem pode – tem graça,

diz alguém sem compreender

que há mais quem possa e não faça

o que outros fazem sem poder.

 



publicado por albufeiradiario às 06:23
link do post
partilhar

pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
25

26
27
28
29
30


posts recentes

A água e o futuro

1 mês de neve e alegria

Toponímia citadina

Em tempo de seca...

Agora sim

Visita pastoral

Imagens que falam por si ...

'Todos os Santos' e 'Fiéi...

Recolha do lixo

Incêndios

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

links
blogs SAPO
subscrever feeds