Segunda-feira, 31 de Março de 2008
Paginários: de 4 a 11 de Abril

NÃO HÁ AUTORES

EM ALBUFEIRA ?

                  ZÉ D'ALBUFEIRA                            

Vai decorrer em Albufeira mais uma edição (a quinta) do Paginários, desta feita dedicada, ao que parece, à dramatologia.

Albufeira, que se saiba, não tem dramaturgos. Mas tem (alguns) autores noutras disciplinas literárias com obra publicada. Bons, razoáveis ou maus - são os nossos autores! As vozes da nossa terra.

Sendo o Paginários orientado particularmente para as Escolas e os estudantes do concelho [conta com a honrosa participação da Escola Secundária de Albufeira...] não deveria dar voz e protagonismo aos autores locais?

Ou não sabe a organização - gente de fora que veio para aqui ganhar o seu como podia ter ido para Freixo-de-Espada-à-Cinta ou Algures - que Albufeira teve uma Marquinhas Elói (Madressilva) e tem Santos Serra, José Diogo Cabrita, Helder Neto, José Manuel da Palma e outros?

.



publicado por albufeiradiario às 14:32
link do post
partilhar

Sábado, 29 de Março de 2008
...

 A FRASE DA SEMANA

.

Ainda bem que a Igreja Católica não alinha no ambiente generalizado de facilitismo e diz o que alguém tem a dizer às iniciativas legislativas do PS, e Bloco de Esquerda, que vão no sentido de facilitar os processos de divórcio litigioso. Para defender o hedonismo a reboque das causas fracturantes já temos pessoal que chegue.

                                                     João Marcelino, director do Diário de Notícias

.



publicado por albufeiradiario às 05:24
link do post
partilhar

A partir de amanhã

       HORA DE VERÃO     

Este fim de semana muda a hora legal, passando a vigorar o regime de Verão. Quando for uma hora da madrugada de domingo, em Portugal continental, os ponteiros do relógio deverão ser adiantados 60 minutos.

.



publicado por albufeiradiario às 04:47
link do post
partilhar

Sexta-feira, 28 de Março de 2008
Talvez tenhamos sorte

CONTINENTE PATROCINA RECUPERAÇÃO DE UM JARDIM EM ALBUFEIRA

ZÉ D'ALBUFEIRA                                      

 

A Sonae, em colaboração com as autarquias, vai patrocinar a recuperação de jardins nos concelhos onde existem Hipermercados Continente. No Algarve, Albufeira e Portimão são os contemplados.

Na cidade do Arade o escolhido é o jardim do Largo 1º. de Dezembro. Em Albufeira, é aguardada uma decisão da Câmara.

Rezamos para que o bom senso dos nossos representantes na gestão do Município os leve a indicar o (desaparecido) Jardim da Meia Laranja.

Será uma maneira airosa de reparar um erro tremendo dos engenhocas do Polis, que está atravessado na garganta dos albufeirenses. E acabar de vez com o escarro que a foto retrata.

Albufeira town square

 



publicado por albufeiradiario às 10:06
link do post
partilhar

Quinta-feira, 27 de Março de 2008
Centro de Saúde de Albufeira

CONTESTAÇÃO À ENTRADA DA FUNDAÇÃO A. SILVA LEAL

           ZÉ D'ALBUFEIRA                    

Quem escreve desinteressadamente, com objectividade, em defesa dos valores e dos cidadãos, como é o meu caso, é com alegria imensa que constata o reconhecimento público da razão que lhe assiste, mais tarde ou mais cedo.

É por isso com alegria imensa e o sentimento do dever cumprido que, com a devida vénia, transcrevo d' "A Avezinha" parte do artigo em que Manuel Aires confirma aquilo que antes afirmei em posts recentes, sobre a entrega da Unidade de Internamento do Centro de Saúde de Albufeira à (exploração comercial da) Fundação A. Silva Leal:

 

[...] Os actos da Ministra da Saúde, deixam muito a desejar ao entregar à Fundação António Silva Leal uma Unidade de Cuidados Continuados de Longa Duração e Manutenção, em Albufeira e não sei se noutras cidades algarvias. Esta Fundação, tal como a Fundação D. Pedro IV, já mostraram que não são as Instituições de Solidariedade Social que melhor trabalham e até prestam um serviço de baixo nível, onde nem aqueles que para eles trabalham e dão tudo, são bem tratados, respeitados e valorizados no seu desempenho profissional e cívico. Nunca citei ou remeti os leitores para os artigos que escrevi anteriormente, mas hoje relembro o que sobre o tema da solidariedade, escrevi em artigos, aqui publicados nos meses de Abril e Maio de 2007, sobre as fundações que se fundem e afundam e desde essa data não me parece que a Fundação Silva Leal tenha melhorado a sua prestação aos utentes das valências da infância e terceira idade.

Ainda na edição nº 1104, 2ª série de 2 de Novembro de 2007, na página 14 da “Avezinha”, se dizia que à Fundação António Silva Leal, tinha sido cedido um terreno com a extensão de 3 791 m2, situado na Guia/Albufeira, por parte do Município albufeirense, com a promessa de que até ao final do ano de 2007 ali seria construída uma residência para acolher Idosos. Ao que se saiba, até ao momento, nada lá foi construído, lesando os interesses dos munícipes, da Câmara Municipal de Albufeira e do País. Perante isto, como se pode compreender que esta Fundação ASL tenha sido convidada para integrar o Conselho Municipal de Albufeira, deliberado em sessão extraordinária da Assembleia Municipal. resta saber quem fez tão brilhante proposta e com que fundamentos...

“A Fundação Silva Leal tem um estatuto de referência no Concelho de Albufeira”, cito “Avezinha” de 28 de Fevereiro de 2008, esta situação não se pode manter, porque todas as Instituições de Solidariedade Social, têm de ter o mesmo Estatuto e não privilegiar aquelas que provam diariamente que não cumprem as suas obrigações, não respeitam os protocolos, manipulam contratos de trabalho e gerem os bens públicos que são de todos e não dos eventuais e passageiros autarcas, que só são eleitos para respeitar as leis, pondo a concurso todas as mais valias pagas pelos impostos dos cidadãos para servir as populações mais carenciadas.

.



publicado por albufeiradiario às 22:48
link do post
partilhar

Quarta-feira, 26 de Março de 2008
Resultado do Polis

PAVIMENTOS EM PÉSSIMO ESTADO

                                                      
ZÉ D'ALBUFEIRA

O pavimento da Av. 25 de Abril, revestido de pedra calcária sem qualidade pela  intervenção Polis, no troço entre o parque de estacionamento e a Praça do Pescador, está com um aspecto deplorável, completamente partido e cheio de buracos.

Já frente ao Sol e Mar, a situação é quase idêntica, não atingido embora as mesmas proporções, mas apresentando buracos perigosos para os peões distraídos (em alguns cabe um pé humano).

Irão estes pavimentos ficar assim? Ou serão substituídos?

Responda quem de direito.

.



publicado por albufeiradiario às 11:29
link do post
partilhar

Terça-feira, 25 de Março de 2008
No Pau da Bandeira

ESCADA NÃO FOI A MELHOR SOLUÇÃO

ZÉ D'ALBUFEIRA                     

Afinal, concluiu-se agora (em Portugal estas conclusões só surgem quando já não há remédio) que as escadas do Pau da Bandeira não são a melhor solução.

A melhor solução, segundo os comentários que se ouvem da parte de quem (e são muitos!) se desloca ao local propositadamente para "experimentar a escada", teria sido um tapete rolante.

A meu ver, têm razão.

A escada constitui um obstáculo às pessoas com mobilidade reduzida, particularmente às que se deslocam em cadeiras de rodas. Mas também às portadoras de carrinhos de bebé. Que se vêem forçadas a dar a volta ao quarteirão - como, aliás, faziam antes. Para essas não há qualquer benefício a colher do novo equipamento.

.



publicado por albufeiradiario às 23:28
link do post
partilhar

Domingo, 23 de Março de 2008
...

O Senhor ressuscitou! Aleluia.

 

 Páscoa feliz  



publicado por albufeiradiario às 00:00
link do post
partilhar

Sábado, 22 de Março de 2008
Festa da Ressurreição de Cristo

BREVE HISTÓRIA DA PÁSCOA

.

 

As origens do termo
 
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade.  Passagem de Cristo - “deste mundo para o Pai”, da “morte para a vida”, das “trevas para a luz”. Sua mais conhecida conotação religiosa se vincula aos três dias que marcam a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Considerada, essencialmente, a Festa da Libertação, a Páscoa é uma das festas móveis do nosso calendário, vinda logo após a Quaresma e culminando na Vigília Pascal.

 

A Páscoa entre os cristãos

Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).

Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém. 

        

Segundo o Novo Testamento, Cristo é o sacrifício da Páscoa. Isso pode ser visto como uma profecia de São João Baptista, no Evangelho de São João: “Eis o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo” (João, 1:29) e uma constatação de São Paulo “Purificai-vos do velho fermento, para que sejais massa nova, porque sois pães ázimos, porquanto Cristo, nossa Páscoa, foi imolado.” (1Co 5:7). Na missa, os católicos repetem a frase de João Baptista.

 

Jesus Cristo, desse modo, é tido pelos cristãos como o Cordeiro de Deus que foi imolado para salvação e libertação de todos do pecado. Para isso Deus teria designado sua morte exatamente no dia da Páscoa judaica para criar o paralelo entre a aliança antiga, no sangue do cordeiro imolado, e a nova aliança, no sangue do próprio Jesus imolado.

A sequência da liturgia para todos os domingos do Ano Cristão está na dependência da Páscoa, exceto os domingos do Advento, que são sempre quatro Domingos antes do Natal, não importando se cai no Domingo ou em outro dia da semana.

Como, segundo a tradição cristã sustentada no Novo Testamento, Jesus ressuscitou num Domingo, surgiu a prática de os Cristãos se reunirem aos domingos (literalmente, Dia do Senhor), e não aos sábados, como fazem os judeus (sabbath). 

 

Fonte: Fashion Bubbles (Brasil)        



publicado por albufeiradiario às 19:10
link do post
partilhar

Sexta-feira, 21 de Março de 2008
A redacção da Páscoa do Joãozinho

Bom na Parte

 

Joãozinho é uma criatura encantadora. Com apenas 5 anos, frequenta o 3º ano do Ensino Básico (antiga 3ª. classe da Escola Primária). E embora com algumas dificuldades na escrita do Português (por exemplo, não sabe fazer a pontuação) tem uma capacidade de relato e de crítica fora do normal. É o que hoje se chama uma verdadeira criança hiperdotada.

 

Estou lixado completamente lixado porque o meu paizinho diz que só me deixa publicar novas redacções no blogue do Zé d'Albufeira se eu não falar do presidente da câmara ora isto corta-me a liberdade de expressão ou lá como é que se diz a minha professora diz que a liberdade de expressão é uma coisa que os jornalistas reivindicam tá bem escrito não está? quando querem falar mal de alguém mas eu não falo mal do presidente da câmara para isso já bastam os chuchalistas e os comunas e os gajos da acosal o homem também não precisa que eu fale bem dele pois a avezinha e o jornal do Alfredo encarregam-se muito bem dessa missão mas nesta pacatez de albufeira como é que um cronista ou no meu caso um redaccionista pode escrever sem falar do presidente da câmara? ele está em todas quando está cá e lá fora também está em todas agora até anda a tirar um curso intensivo com o Luis Filipe Meneses só espero que não lhe aprenda as asneiras o nosso presidente é incontornável está bem dito não está? quem não é incontornável é a escada rolante do turial pois  cada vez que ela se avaria as pessoas têm de contornar o quarteirão o que vai ser uma grande chatice agora dizem que a escada avariou no dia em que ia ser inaugurada pelo secretário de estado eu acho que ela não avariou não ela fez foi de propósito porque não quer jamé ser inaugurada por um ajudante do governo ela quer é ser inaugurada pelo próprio ministro das obras públicas mas esse jamé virá cá abaixo pois diz que isto aqui é um deserto lá no norte é que é bom se calhar é por isso que o nosso presidente agora anda de roda do presidente do PPD lá me caiu o aparo o aparo não o teclado para falar outra vez no homem para não ter mais chatices com o meu paizinho vou é falar de mim já repararam que agora já sei fazer  alguma pontuação? é que a minha professora diz que por causa da avaliação dos professores ela não pode ter um aluno que escreva sem pontuação que isso lhe dá uma pontuação muito fraca e a ministra pode correr com ela então ela começou a ensinar-me a usar o ponto de interrogação e com o tempo vai ensinar os outros sinais de pontuação mas eu acho que se ela começar a ir às manifestações expontâneas convocadas com grande antecedência pela intersindical isto é pelo PC por telemóvel para não dar nas vistas não há nenhum ministro do PS que tenha coragem de correr com ela pois quase todos eles já por lá passaram agora por isso então se as manifestações são convocadas anonimamente como nos querem impingir quem é que paga as camionetas? mistério do diabo que é vermelhusco bem por hoje chega vou até à câmara mamar umas amendoinhas da páscoa pois o presidente lá estou eu outra vez mandou pôr um prato de amêndoas sobre cada secretária para adoçar a boca aos munícipes agora não digam que é para caçar votos que este ano não há eleições tchau e uma santa Páscoa para todos

.



publicado por albufeiradiario às 07:57
link do post
partilhar

pesquisar
 
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
25

26
27
28
29
30


posts recentes

A água e o futuro

1 mês de neve e alegria

Toponímia citadina

Em tempo de seca...

Agora sim

Visita pastoral

Imagens que falam por si ...

'Todos os Santos' e 'Fiéi...

Recolha do lixo

Incêndios

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

links
blogs SAPO
subscrever feeds