Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Saúde / informação útil

albufeiradiario, 16.05.21

186402498_4195014470546305_2629374438432167021_n.p

Praticar musculação garante não só um corpo mais resistente, como também reduz o risco de doenças cardíacas. Os músculos são os grandes responsáveis pela queima de calorias e, por isso, fazer este tipo de exercício pode evitar alguns fatores de riscos cardiovasculares como a obesidade e a diabetes. A musculação é importante e deve fazer parte do seu treino.

*
A Hipertensão Arterial é a única doença associada ao excesso de sal? Mito ou Realidade?
✅ É um mito. O consumo em excesso de sódio está associado a várias doenças em que a mais crítica é a Hipertensão, que, quando não é controlada, pode ter consequências fatais como o AVC ou o enfarte do miocárdio.
➡ Para além da Hipertensão, o consumo de sal em excesso está também relacionado com outras patologias, entre as quais doenças renais, cancro no estômago e osteoporose.
 

Poesia popular algarvia

albufeiradiario, 15.05.21
A António Aleixo
 

186324557_4744735392210304_3090794751675364499_n.j

                                                                                                                                                                                d.r.

Que pena não havê-lo conhecido
 
Oh! Que pena não havê-lo conhecido!
Meu conterrâneo, poeta tão cantado!
Por este Luso Povo tão amado
Por tudo que cantou, enaltecido.
 
Que amarga e curta vida o céu lhe deu!
Que alma, que valor, que inspiração!
E é o céu que nos dá contradição,
No Homem, no Poeta que nasceu!
 
A mensagem que deixou, escrita está,
Nesse livro que leio e nunca fecho;
Nessas quadras, nesses autos que li já.
 
Não se cansam meus olhos nesse trecho
De valor que, a lutar forças me dá
O Poeta do Povo, António Aleixo.
 
António Machado (poeta vila-realense)
Fevereiro de 1986
 

Livros de cabeceira

albufeiradiario, 14.05.21

Um bem indispensável

185941046_926484628130354_127103317097232170_n.jpg

                                                                                                                             ALBUFEIRA SEMPRE

ZÉ D'ALBUFEIRA

Virado mais um (relido 39 anos após a primeira leitura!), nova mudança de tema para outra obra não menos interessante. E importante.

Quinta-feira da Ascensão

albufeiradiario, 13.05.21

Dia da Espiga

21466531_eQfdW.jpeg

                                                                                                                                                                                      d.r.

ZÉ D'ALBUFEIRA

Tradição muito antiga, nomeadamente em Albufeira, o Dia da Espiga levava centenas, se não milhares de pessoas, organizadas em grupos de familiares e/ou amigos, a percorrerem os campos em busca das espigas de vários cereais, flores campestres e ramos de oliveira que compunham o ramo e a que a sabedoria dos antigos atribuía significados distintos.

Provavelmente, ainda hoje haverá quem o faça - mas duvido que consiga reunir todas as espécies.

Recordo que nos tempos da minha meninice, anos cinquenta e sessenta do século passado, a generalidade das propriedades rurais estavam cultivadas, apresentando-se com as plantas já germinadas e crescidas, num extasiante espetáculo de cores e odores com que a natureza nos brindava gratuitamente.

Manifestação pagã, o Dia da Espiga surge intimamente ligado à celebração (católica) da Ascensão do Senhor, quarenta dias após a Páscoa.

UE 2001

albufeiradiario, 09.05.21

dia europa2.jpg

                                                                                                                                                                         d.r.

Imagens que falam por si

albufeiradiario, 08.05.21

Quando os lojistas têm bom gosto...

montra.jpg

                                                                                                                                ALBUFEIRA SEMPRE

...até uma loja fechada se pode tornar atrativa.

Meia laranja

albufeiradiario, 07.05.21

Marginais conspurcam ambiente

ATUALIZADO com esclarecimento da vice-presidente da CMA

SUSANA CLARA.jpg                                                                                                                                              Susana Clara

ZÉ D'ALBUFEIRA

É vergonhoso e indigno o que continua a passar-se no largo Engº. Duarte Pacheco perante os olhos de toda a gente.

Só quem parece não ter olhos para este espetáculo degradante (diário) são a autarquia e restantes autoridades com voto na matéria.

Onde andam a CMA, GNR, SEF, Polícia Municipal, Segurança Social, Misericórdia e outras IPSS's?

E não nos venham com o discurso gasto de que o problema "já está referenciado" e/ou (os visados) "recusam ser ajudados".

Urge limpar a baixa da cidade e dar apoio solidário a quem precisa. Com ou sem turismo. Com ou sem pandemia.

ATUALIZAÇÃO

A propósito do assunto em epígrafe, a vice-presidente da Câmara Municipal de Albufeira, Ana Pífaro, prestou-nos o esclarecimento que a seguir publicamos.
 
"Relativamente às pessoas que estão na meia laranja.
Infelizmente nos últimos anos temos sido invadidos por grupos de hippies que passam por Albufeira nesta altura do ano. O assunto está a ser acompanhado por nós e pelo CASA, no sentido de convencê-los a ir embora. O problema é que ser sem abrigo não é crime e todos os anos nos vemos confrontados com o fato da gnr nada poder fazer. Vamos continuar a tentar e pedir ajuda a saúde pública a ver se assim temos algum sucesso.
 
Eles sabem que não podem ser tirados a força e aproveitam-se disso.
 
E como a maioria das pessoas tem pena e lhes dão dinheiro, fica ainda mais difícil convencê-los a sair."

Autárquicas 2021 / Albufeira

albufeiradiario, 05.05.21

Pré-campanha (demasiado) morna

camara_albufeira.jpg

                                                                                                                         ALBUFEIRA SEMPRE (arquivo)

ZÉ D'ALBUFEIRA

Apesar do arranque promissor e a cinco meses das eleições, a pré-campanha para as autárquicas em Albufeira quedou-se numa toada morna, como morna tem sido a vida da cidade em tempos de pandemia.

Enquanto o candidato do PSD e atual presidente da câmara, debatendo-se com investigações da Judite à sua atuação à frente do Município, se esforça por transmitir uma ideia de emprendedorismo que não tem, anunciando e/ou arrancando com obras de requalificação de estradas e caminhos que a edilidade, mais tarde ou mais cedo, qualquer que fosse a liderança, teria de levar a cabo no vulgar desenvolvimento da sua atividade - Desidério vem cobrindo o concelho com cartazes (e as redes sociais com fotos) de equipamentos por si inaugurados, tentando tirar partido daquilo que promoveu enquanto autarca.

Zua, que se apresentou com o anúncio de uma inovadora estratégia de comunicação, mais não tem feito do que apresentar a conta-gotas pessoas (desconhecidas) no facebook, afirmando que serão responsáveis por isto e por aquilo (turismo, finanças, etc.) sem nota das competências e currículos que elucidem minimamente o eleitorado.

Pela banda do PS, a única coisa que veio a lume até hoje, foi o nome do candidato - aliás, já esperado por todos.

O Chega apresentou, entretanto,  como cabeça de lista uma completa desconhecida dos albufeirenses, uma tal de Raquel Rodrigues, de Lisboa.

Por seu turno, o PAI (partido prometido pelos autarcas independentes para contornar os condicionalismos impostos pela lei), tudo leva a crer, não passará de um nado-morto face ao chumbo do Tribunal Constitucional às alterações cozinhadas pelos parlamentares do bloco central de interesses no verão passado.

Assim marcha Albufeira nesta madorra que parece ter-se apossado de todos e cujo fim se não vislumbra para breve.

Soldados da paz

albufeiradiario, 04.05.21

Dia Internacional do Bombeiro

bombeiros2.jpg

                                                                                                                                                                          d.r.

ZÉ D'ALBUFEIRA

Neste dia comemorativo dos homens e mulheres que, estoicamente, nos garantem a sua vigilância e auxílio 24 sobre 24 horas, saúdo os Bombeiros de Portugal, muito particularmente, os meus (nossos) Bombeiros Voluntários de Albufeira.bva logo.pngbva paços do concelho.jpg

A poesia de

albufeiradiario, 02.05.21

Maria da Conceição Elói

(Madressilva)

marquinhas elói.jpg

 Desde que te vi...

Não sabes meu amor quanto te quero

E quanto fico triste sem te ver,

Não sabes quanto é grande este querer

E quanto o meu afecto é bem sincero.

 

Não sabes que por ti, nem considero

Ventura ou desventura de viver,

Que não tenho a noção do meu sofrer

Ou quanto no futuro ainda espero.

 

Não sabes que sem ti, não me interessa

A vida – que termina e que começa –

E nada mais desejo além de ti…

 

O verdadeiro amor é sempre cego,

E neste alheamento (não o nego!)

Nada mais vejo, desde que te vi!...