Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

A poesia de

albufeiradiario, 20.05.07
Maria da Conceição Elói (Madressilva)

 

  Saudade

Andam meus olhos tristes e cansados,

E para mim é tudo indiferente,

Nem aprecio, como antigamente,

Os perfumes subtis e delicados.

 

Da mágoa imensa que a minha alma sente,

A meus ouvidos, chegam sons magoados,

Na vida os passos, são descompassados

Pela presença de outra vida ausente…

 

Sinto na alma aquela chama estranha

Que de hora a hora, sempre me acompanha

Num misto de tortura e ansiedade.

 

É uma dor, velada de incerteza,

É tão sentidamente portuguesa,

A que nós damos nome de saudade.

.