Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Motivo de apreensão?

albufeiradiario, 09.10.07
GUARDIÕES DO PODER EXCEDEM-SE
ZÉ D'ALBUFEIRA           

A notícia (inquietante) da intervenção inconstitucional da PSP na delegação da Covilhã do Sindicato dos Professores da Região Centro, a propósito de uma manifestação de professores agendada para hoje durante a visita do Primeiro-Ministro, traz-me à memória um episódio que presenciei nos anos cinquenta do século XX, estudante adolescente na Escola Industrial e Comercial de Silves.

Silves era, então, um centro importante da indústria corticeira e a sua população constituída maioritáriamente por operários daquele ramo. Todos apelidados de "comunistas" pelo regime vigente,  porque reivindicativos dos respectivos direitos, sonegados pelo patronato a coberto do poder político.

A antevéspera de um Primeiro de Maio amanheceu com frases pintadas nas paredes das fábricas, do género "MORTE A SALAZAR". Nesse mesmo dia e no seguinte, a PIDE prendeu dezenas de operários fichados como "subversivos" e "agitadores".

Vim a saber mais tarde que a própria PIDE, secretamente, pintara as referidas frases, criando motivo para prender aqueles operários, a fim de impedir uma greve prevista para o Dia do Trabalhador (que, caso raro no mundo ocidental, era dia de trabalho obrigatório, para impedir os trabalhadores de comemorá-lo!)

Penso que a Democracia que hoje se vive em Portugal, embora anquilosada, não permitirá que episódios idênticos venham a verificar-se no futuro. Mas tanta certeza já não tenho quando assisto a alguns pretensos tiques autoritários deste Governo. E - mais grave ainda - ao "excesso de zelo" de alguns cães-de--fila que o rodeiam. Como parece ter sido o caso da "diligência" empreendida pela polícia na Covilhã.

.

2 comentários

Comentar post