Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

...

albufeiradiario, 22.02.09

 A FRASE DA SEMANA

 

"Muitos jovens que utilizam a sua agressividade como forma de afirmação social, são “produtos” da instabilidade familiar, de uma escola sem qualidade pedagógica, da “droga tecnológica” que os vicia, dos filmes violentos que vêem e da própria banalização das desgraças do mundo".                                                         

                                                       Luis Monteiro Pereira in A Avezinha

 

Movimento associativo

albufeiradiario, 21.02.09
NOVOS DIRIGENTES
ZÉ D'ALBUFEIRA                                   ACRAL - Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve

Foram eleitos os novos corpos gerentes da ACRAL- Associação do Comércio e Serviços da região do Algarve. Presidem à assembleia geral, conselho fiscal e direcção, respectivamente, Álvaro Viegas, Gilberto Sousa (ex-presidente da direcção) e João Rosado.

A ACRAL  é uma das associações patronais com mais forte implantação no tecido empresarial de Albufeira e mantém um protocolo de colaboração com a Câmara Municipal, para protecção e modernização do comércio tradicional.

 

CASA DO BENFICA DE ALBUFEIRA

 

Também a Casa do Benfica de Albufeira elegeu novos órgãos sociais.

 

Carlos Santos passa a liderar a direcção, tendo a acompanhá-lo Fernando Silva, Carlos Dominguez, Rosário Duarte, Luis Frade e Fernando Martins.

A mesa da AG é presidida por Arménio Aleluia e Miguel Mesquita preside ao Conselho Fiscal.

 

 

SABOTAGEM

Estamos a tentar retirar do post a imagem abaixo inserta, a qual foi publicada sem nosso conhecimento e contra todas as regras de gestão dos blogs do sapo. Alguém mal intencionado, tentando conspurcar o nosso trabalho sobre os benfiquistas de Albufeira, "meteu" aqui as pegadas do leão com o fim único de azedar as nossas relações com a esmagadora maioria de "bons chefes de família" que visitam diariamente o ALBUFEIRAsempre.

Como devem compreender, somos absolutamente alheios a este acto de autêntica subversão e não descansaremos enquanto não conseguirmos remover esta (ilegítima) invasão leonina

 

HENRICARTOON - Pegada de leão

Graves atropelos às liberdades

albufeiradiario, 20.02.09
PARECE QUE VOLTÁMOS À DITADURA
              ZÉ D'ALBUFEIRA                             No domingo, Torres Vedras irá exibir nus dos ministros das Obras Pública, Mário Lino, e da Economia, Manuel Pinho, mas na forma de anjos foto "C.M."

Previamente "autorizado" pelo Zé da Galé (vd. seu comentário ao post "Tradição Carnavalesca") e com pedidos de desculpas dirigidos aos restantes visitantes do ALBUFEIRAsempre que acham que eu nunca deveria tratar temas não relacionados especificamente com Albufeira - vejo-me forçado, porque a indignação é muito forte, a escrever sobre dois atentados às liberdades públicas ontem perpetrados no nosso País, que nem no tempo da ditadura salazarista eram assim tão facilmente praticáveis.

Em primeiro lugar, refiro-me ao que se passou em Torres Vedras, onde a adjunta do Procurador-Geral da República proibiu - pura e simplesmente proibiu! - a inclusão de uns desenhos de imagens de nús femininos (pornográficos na sua douta opinião) no écran figurado do sobejamente conhecido computador "Magalhães", numa sátira construída no âmbito dos tradicionais festejos carnavalescos em preparação.  No Carnaval, em escritos ou em corsos carnavalescos, sempre foi tradição em Portugal (e no resto do mundo onde o Entrudo se comemora), apresentar reproduções de figuras humanas nuas, em poses provocadoras e, até, c. das caldas devidamente escarrapachados. Nada que ninguém não tivesse visto. Nem as pretensas puras donzelas, quais virgens arrependidasdelegadas do Ministério Público...

É absolutamente vergonhoso - tanto mais vergonhoso para a estrutura do poder judicial - que isto se tenha passado em Portugal, mais de trinta anos decorridos sobre o derrube do fascismo e da  censura.

Outro episódio lamentável aconteceu em Lisboa, onde a polícia de intervenção (mais uma vez a lembrar os tempos da ditadura) foi chamada para impedir que os jornalistas, em legítimo e legal exercíco de funções, ocupassem o passeio junto às instalações do DCIAP. Os  peões anónimos que por ali circulavam podiam utilizar o passeio (é para isso, aliás, que ele existe), mas os jornalistas, segundo a polícia "por razões de segurança", tiveram de ser expulsos daquele espaço público e mantidos à distância, impedidos de desempenhar cabalmente a sua função de informar, aliás, reconhecida e garantida pela Constituição da República e pela Lei de Imprensa.

São dois atropelos de mau augúrio que o povo certamente gostaria de não ver repetidos. E era bom que o não fossem, de facto. Para que não comecem a crescer no âmago de cada um novos medos em relação ao futuro. Já basta a apreensão e a angústia causadas pelas péssimas expectativas económicas e financeiras que se vislumbram no horizonte.

 

Actualização (20/02/09 às 20H15) - A srª. Procuradora-adjunta já deu o dito por não dito e anulou a decisão anterior, permitindo a reposição das imagens que havia censurado.

Se não tivesse agido precipitadamente (o que não se aceita num magistrado), bem podia a douta representante do MP ter deixado de ridicularizar a Justiça. Já basta que ela ande tão baixa quanto anda...

 

Autárquicas'09 - III

albufeiradiario, 19.02.09

IRÁ HELDER SOUSA

SALTAR DA JUNTA PARA A CÂMARA?

ZÉ D'ALBUFEIRA                    

Em gozo de (merecidas) férias algures, o presidente da Câmara terá delegado no presidente da Junta a função de olheiro das obras que decorrem na Meia Laranja e artérias adjacentes. E de facto Helder Sousa tem sido presença diária na zona, supervisionando o andamento dos trabalhos, não sem que tenha de ouvir permanentemente reclamações de alguns comerciantes que se sentem mais lesados.

Quando já estamos em maré de preparação de candidaturas às próximas eleições autárquicas, ocorre-nos questionar se esta "delegação de poderes", chamemos-lhe assim,  não quererá significar alguma coisa mais em termos de composição das listas do partido laranja.

Senão vejamos. Havendo em funções a tempo inteiro quatro vereadores, excluindo obviamente o vice-presidente que assegura no centro nevrálgico o funcinamento de toda a máquina administrativa, para além de substituir nas funções presidenciais o ausente Desidério, seria natural que um dos outros - Quintino, Gonçalves ou Marlene - exercesse a função cometida ao líder da Junta.

A não ser assim, talvez se possa retirar a ilação [não é acordo ortográfico: esta grafia já é velha] de que os três citados edis não verão renovados os seus mandatos. E mais, que Helder Sousa será chamado a funções na vereação nos próximos quatro anos. De facto, o actual presidente da Junta é, desde sempre, um dos melhores, mais fiéis e mais eficazes colaboradores do líder do Município. Aliás, são-lhe geralmente reconhecidas as suas qualidades de dedicação aos problemas de Albufeira e é salientado o facto de sempre se mostrar prestável aos munícipes quando para tal é solicitado, mesmo em matérias que não são da responsabilidade do órgão a que preside. Resta saber se a sua ida para a Câmara não vai abrir uma brecha ao nível da freguesia, pois não vemos quem poderá o PSD apresentar como seu sucessor com igual garantia de êxito. Mas, também, perante a fraca concorrência que se anuncia (João Helder, um pretensioso membro da assembleia de freguesia sem provas dadas, pelos socialistas) não é preciso aposta muito forte para levar de vencida a contenda.

Pois bem, aguardemos que o tempo nos dê ou retire a razão. Por enquanto, mais não podemos fazer de que navegar em especulações, atentos aos sinais que se nos deparam. Especulações bem intencionadas, como é evidente.

 

Carnaval em grande (actualizada)

albufeiradiario, 18.02.09

 

BOMBEIROS

E IMORTAL  PÕEM  ALBUFEIRA   DANÇAR

Zé d'Albufeira 

Estamos a quatro dias do Entrudo.

Para além dos tradicionais corsos de Paderne, no domingo e terça-feira de Carnaval, este ano o nosso concelho vai ser palco dos mais animados e badalados bailes de máscaras do Algarve, protagonizados pela LUEL e Bombeiros no seu pavilhão e pelo Imortal no EMA, gentilmente cedido pelo Município (com serviço de som,  limpeza, segurança e tudo o mais, para não sobrecarregar a organização).  Grandiosas e divertidíssimas noites de folia, por certo, a fazer aquecer ao rubro o Carnaval de Albufeira.

Mas não só de dança constará o Carnaval do Imortal. Os folguedos incluem também um inédito e hilariante concurso de "Miss-travesti Imortal", a que se apresentam três concorrentes de peso: o quatrocentos, o vassouras e o peras.

Quanto aos soldados da paz, desta vez em colaboração com a Associação LUEL - Arte em Movimento, face ao know how acumulado e aos grandes êxitos registados em anos anteriores, aliados à reconhecida dedicação e capacidade de realização desde sempre patenteados pelos membros da comissão de festas, é de esperar a repetição do enorme sucesso das últimas épocas - sucesso que fez dos bailes dos Bombeiros os bailes de eleição da população local.

ACTUALIZADA em 19/02/09 às 10H50

 

Tradição carnavalesca

albufeiradiario, 16.02.09

O ENTERRO DO BACALHAU

ZÉ D'ENTRUDO            

 

Reatando uma tradição esquecida entre nós, o ALBUFEIRAsempre vai publicar este ano o Testamento do Bacalhau.

Os políticos, líderes partidários e dirigentes associativos da nossa praça que estejam atentos a este blog na terça-feira de Entrudo, para descobrirem o que lhes cabe em sorte.

 

Bejecas

albufeiradiario, 15.02.09

SAGRES À FRENTE

ZÉ D'ALBUFEIRA                    

Inspirado no comentário de sexta-feira do ZÉ DA GALÉ, fui desencantar no You Tube o vídeo que reproduzo, em que, através de uma montagem (muito bem executada, por sinal) é glosada com humor a luta de marketing que a Sagres e a Super Bock têm travado pela conquista da hegemonia do mercado.

Nem o Zé da Galé nem ninguém me vai poder atirar na cara que o conteúdo do presente post não tem a ver com Albufeira. Tem, e muito. É que à custa de ambas as marcas vários grupos de convivas da nossa terra (lembro um em particular) cimentaram verdadeiras amizades à volta de umas bejecas, seja na Tasca do Viegas, no saudoso Tóine Mateus, no Zé Manel Capinha ou noutro sítio qualquer.

Pena é que o nosso amigo Cabrita esteja desterrado lá para Armação de Pera, condenado a só beber Whisky... Se não,  agora mesmo iríamos até à baixa matar saudades à volta de umas imperiais bem tiradas. Íamos, não íamos - Zé da Galé?

 

 

Agora como antes

albufeiradiario, 13.02.09

ALBUFEIRA SEMPRE

ZÉ D'ALBUFEIRA                 20000617-1-04-Albufeira-Town-Crane (89K)

Prometo que tão cedo não publico matéria que não seja exclusivamente relacionada com Albufeira.

Não que me tenham telefonado do gabinete do primeiro-ministro ou do PS a pedir para não fazer referências negativas ao Zezito. Não tenho projecção mediática para tanto. Esses telefonemas são para os directores do Sol, o Público e o Expresso. Para a RTP não é preciso, porque essa sabe de cor a cartilha.

Adopto voluntariamente esta medida para cumprir à letra o propósito de sempre deste blog: servir Albufeira e os albufeirenses. E já agora para que o Zé da Galé (leitor assíduo e comentador solícito que muito estimo), regressado de férias, não decida mandar vir comigo por excesso de politização deste espaço.