Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Obras avançam

albufeiradiario, 10.06.09
DESBLOQUEADO ENCANAMENTO DO RIBEIRO
ZÉ D'ALBUFEIRA               Troço da ribeira já canalizado em manilhas

As movimentações de terras dos últimos dias indiciam o termo do conflito que opôs a Administração da Região Hidrográfica do Algarve à Câmara Municipal de Albufeira, a propósito do licenciamento das obras de encanamento do ribeiro, à entrada da cidade.

Só falta agora encomendar à Manela Moura Guedes uma investigação jornalística com vista à identificação do "bufo" que denunciou o Município, atrasando e encarecendo a obra - que, pelos vistos, acaba por ser executada do mesmo modo que seria sem a intervenção da ARHAlgarve.

 

A poesia de

albufeiradiario, 10.06.09

Maria da Conceição Elói (Madressilva)

 

  Camões vivo em nós

.

Hoje faz anos que morreu Camões,

O iluminado épico imortal

D’ Os Lusíadas, que em todas as nações,

“Espalhou por toda a parte” Portugal.

 

Com seu “engenho e arte” magistral,

Erguendo ao alto nobres tradições,

Cobriu de glória a Pátria sem igual

E é uma glória em nossos corações.

 

Cantou como ninguém soube cantar,

E a sua vibração foi como o mar

Erguendo em notas de oiro a sua voz.

 

Centenas de anos datam esse dia,

E a mesma voz vibrante de energia

Ecoa, ainda, em cada um de nós!...

 

A redacção do Joãozinho

albufeiradiario, 08.06.09

 

Joãozinho é uma criatura encantadora. Com apenas 7 anos, vai frequentar o 5º ano do Ensino Básico (antigo 1º ano do Ciclo). E embora com algumas dificuldades na escrita do Português (por exemplo, não sabe fazer a pontuação) tem uma capacidade de relato e de crítica fora do normal. É o que hoje se chama uma verdadeira criança hiperdotada.

 

Apesar das três negas que tive no segundo período consegui neste último recuperar e obter positivas em todas as disciplinas inclusivamente quase ia rompendo a escala em Língua Portuguesa é que eu gostava muito de ser jornalista e então atirei-me aos livros como gato a bofe além disso comecei a ler bons autores portugueses (não destes rascas que há por aí agora a escrevinhar idiotices) que o meu paizinho me indicou os professores não sabem aconselhar os alunos porque também não conhecem a boa literatura portuguesa (salvo raras e honrosas excepções como diz o meu paizinho) já li A Cidade e as Serras do Eça de Queiroz As Pupilas do Senhor Reitor do Júlio Diniz (sabiam que ele se chamava Joaquim Guilherme Gomes Coelho?) e o Campo de Flores do João de Deus que é um poeta algarvio de São Bartolomeu de Messines que nos deixou versos maravilhosos e foi até apelidado de Poeta do Amor e comecei a ler O Crime do Padre Amaro também do Eça mas o meu paizinho armado em ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social a nova Censura) mandou-me suspender a leitura e escondeu-me o livro alegando que se trata de uma obra para adultos ou adúlteros ou lá o que é... o que é certo é que já utilizo um muito mais vasto e rico vocabulário e alguma pontuação que era a minha maior dificuldade tal como os pontos de interrogação e exclamação os três pontinhos  os parêntesis e o hífen ou hímen ou lá como é que se diz e já sei o que são as  ligações enclíticas mesoclíticas ou proclíticas e esta hem? Ah! e já consulto com mestria o dicionário e o prontuário e sei conjugar quase todos os verbos! as eleições de ontem fizeram lembrar ao meu paizinho e aos meus tios as eleições dos anos setenta e oitenta em que todos ganhavam com excepção do PS que assumiu a derrota... o BE tem-se farto de cantar vitória pois obteve mais votos que o PC e parece que vai ter três euro-deputados contra dois dos comunas o que faz aumentar a pressão dos que defendem o seu apoio a um grupo de "independentes" que querem concorrer à Câmara de Albufeira já no pêpêdê a euforia é total se estavam convencidos que iam ganhar as autárquicas no nosso concelho quase sem precisar de fazer campanha agora com este cartão amarelo ao governo ficaram mesmo convictos de que também os ventos de descontentamento que sopram a nível nacional contam a seu favor mas não estão livres de lhes poder cagar o cão à porta... a quem a derrota de ontem não fez esfriar o ânimo foi ao David que quer fazer mais por Albufeira e que está agora na fase de constituição das listas para número dois e seu braço-direito parece que vai um fulano que está predestinado para vereador da protecção civil e protecção de menores pois já tem experiência de incêndios e de lidar com crianças carenciadas podendo até substituir o David nas cerimónias religiosas pois sabe mais de liturgia que o Desidério o cabeça-de-lista para a assembleia municipal em terceira escolha (Vitor Neto e Anastácio recusaram) também já está encontrado e na Guia foram repescar o último presidente socialista da junta que havia sido por eles-próprios escorraçado há quatro anos para dar lugar a uma senhora com o resultado que se viu... onde a porca torce o rabo é na escolha do candidato a presidente da junta de Albufeira o Adolfo depois da banhada da outra vez foge como o diabo da cruz o bancário reformado por questões de saúde que é o preferido do David idem idem aspas aspas o tal de quatrocentos que se passeia em bicos-de-pés por tudo quanto é cheias e inaugurações e visitas a obras bem se anda a fazer ao poleiro e parece que o deputado (que frequentemente em reuniões evoca essa condição para impor a sua vontade) agora está para aí inclinado numa luta que trava com um grupo de camaradas que gostariam de ver a presidir à freguesia sede do concelho um elemento que é talvez dentre todos aquele que tem maior espírito de observação e capacidade de acção mas não lhe caíu no goto talvez por ser frontal... não sei quando escreverei nova redacção por isso gostaria de não terminar sem uma referência ao assunto do momento as obras à entrada da cidade dizem muitos contestatários (legítimos) que com elas acaba o romantismo da principal entrada na vila branca em mar azul mas essa panorâmica em que o alvo casario nos surgia encantador num repente após a curva do forno da telha já tinha desaparecido há muito aquando da construção do eixo-viário agora pomposamente chamado dos descobrimentos e o que ali vai surgir é concerteza mais agradável à vista e propício a um bom ordenamento do trânsito do que o inestético poço da morte o que é pena estar ao abandono e devia ser preservado a todo o custo enquanto é tempo é o que resta da prostituída zona antiga impondo-se sobremaneira que surja coragem para levar a cabo a reposição do jardim da meia-laranja para fazer voltar à baixa o salutar convívio entre indígenas e forasteiros que durante décadas foi apanágio da nossa terra tchau até à próxima

 

Entre o BOM e o MAU

albufeiradiario, 01.06.09

ALGARVIOS SOLIDÁRIOS

ZÉ D'ALBUFEIRA                                    

A BOA notícia

O Banco Alimentar do Algarve angariou 110 toneladas de produtos na campanha de recolha de 30 e 31 de Maio de 2009.

 

notícia

Continua imparável o agravamento das condições sociais e económicas que conduzem à necessidade gritante de recurso à solidariedade popular. Enquanto o Estado socorre os detentores de grandes fortunas...

 

Pág. 2/2