Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Dúvidas legítimas

albufeiradiario, 11.04.11

OS FARROBITOS VINGARÃO?

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Os doces típicos não se criam por decreto ou por concurso público. Resultam da tradição nascida do povo e por este desenvolvida e aperfeiçoada ao longo de anos e anos de fabrico e degustação. Muitos tiveram origem na doçaria conventual, um dos pilares da gastronomia contemporânea.

Pretender que um bolo, criado a partir de uma qualquer competição de receitas com prémio monetário, se perpetue nos hábitos dos vindouros, pode não passar de um sonho.

Não aconteceu assim com os folhados de Tavira ou de Loulé, os folares de Olhão, os dom rodrigos de Lagos ou os queijos de figo da serra e do barrocal, cujas origens se perdem na memória do tempo.

Sem desejar assumir o papel de velho do Restelo, penso, contudo, que se corre o risco de ver cair no esquecimento o farrobito - o pretenso bolo típico de Albufeira que ganhou o concurso promovido pela Câmara Municipal.

É que estas coisas, como nos ensinam a História e a tradição, ou se arreigam profundamente nos hábitos populares ou são, pura e simplesmente, votadas ao fracasso.

Não obstante, reconheço o mérito da iniciativa e os contributos dos concorrentes. Que saúdo.

*foto Região Sul

 

Na Avenida Salgado Zenha

albufeiradiario, 08.04.11

ELEFANTE BRANCO

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

 

Penso que os albufeirenses merecem uma justificação.

Seguiram a par e passo a implantação do novo hospital privado. Acompanhada, aliás, de promessas de cuidados de saúde VIP, como resposta às reais  necessidades de um Município que tem no turismo a sua principal atividade e pomposamente se intitula capital do turismo.

O nado-morto ali jaz, esbelto mas inerte, ao cimo da Avenida Salgado Zenha. Qual elefante branco, resta como símbolo de um investimento fracassado e votado ao abandono, num país em crise e carente de equipamentos de saúde de qualidade.

Tarda uma justificação plausível, para que todos compreendam o que se passa. E, mais importante, urge que lhe seja dado um destino que sirva os interesses da comunidade.

*foto ALBUFEIRAsempre

Imagens que falam por si - LXXVII

albufeiradiario, 07.04.11

                                                                                                                                     d.r. ALBUFEIRAsempre

 

Albufeira, cidade livre de bestas...

(Será?)

Páscoa e 25 de Abril

albufeiradiario, 06.04.11

ENCHENTE DE VISITANTES

PREVISTA PARA FINAL DO MÊS

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

A Páscoa tardia, a conjugação com o feriado do 25 de Abril no dia imediato e os preços promocionais da hotelaria vão trazer a Albufeira (e ao Algarve em geral) inúmeros turistas que ocuparão quase a cem por cento os alojamentos disponíveis, no que poderá vir a constituir, caso as condições atmosféricas o permitam, o primeiro grande teste aos novos areais das nossas praias.

Sobretudo espanhóis e portugueses - estes fazendo por esquecer o abismo em que o país mergulhou - encherão, segundo as previsões mais otimistas, hotéis, restaurantes, bares e estabelecimentos de diversão noturna.

Aliás, de acordo com o testemunho de profissionais de hotelaria por nós contactados, presentemente, os estabelecimentos que já reabriram apresentam taxas de ocupação superiores às verificadas habitualmente nesta época do ano.

Pena é que alguns proprietários, tanto quanto sabemos, ainda optem por manter as suas casas encerradas. Apresentando mais tarde os lamentos - a que invariavelmente já nos habituaram - de que a "época" é cada vez mais curta e a sazonalidade um fator de recessão.

*foto ALBUFEIRAsempre

Enchimento artificial da praia

albufeiradiario, 04.04.11

ALBUFEIRENSES DIVIDIDOS

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Há muito que não via os meus conterrâneos tão divididos, a alinharem basicamente em duas posições bem distintas e antagónicas: a favor e contra a operação em curso de areamento da frente mar.

Com o começo dos trabalhos na Praia do Peneco, logo as opiniões divergiram, suportadas em argumentos os mais diversos.

Argumentam a favor os que acham que assim iremos ter um extenso areal por muitos mais anos, criando novas áreas de lazer e prática desportiva e, preocupações ambientais bem presentes, defendendo as arribas da erosão provocada pela ação das ondas.

Replicam os contestatários alegando a má qualidade das areias, a quebra da beleza paisagística e, sobretudo, por considerarem que se trata de dinheiro jogado à rua (neste caso, ao mar!), uma vez que, dizem, as correntes acabarão por retirar a areia de novo, pondo em risco inclusive a entrada da barra.

Curioso é constatar que, entre os que discordam, se contam inúmeros pescadores - profissionais de muitos anos ligados ao mar, com um saber de experiência feito, cujos prognósticos se têm revelado acertados em outras situações.

Esperemos para ver. Eu sou a favor. E antevejo que o futuro me dará razão.

*foto ALBUFEIRAsempre

1º de Abril / Dia das Mentiras

albufeiradiario, 02.04.11

MEGA-AÇÃO DE RECOLHA DE PEIXE E MARISCO

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Claro. Foi isso mesmo. Uma grande partida do 1º DE ABRIL/DIA DAS MENTIRAS!

Quem não for capaz de rir e gozar com isto vá dar uma volta a correr sobre o novo areal!!!

Esta noite, na Praia do Peneco

albufeiradiario, 01.04.11

MEGA-AÇÃO DE RECOLHA DE PEIXE E MARISCO

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Aproveitando as benesses da operação em curso de alimentação artificial da Praia do Peneco, um grupo de cidadãos, mobilizado através das redes sociais, leva a cabo esta noite, entre as 23h30 e as 2h30 da madrugada, uma mega-ação de recolha de peixes e mariscos provenientes dos fundos marinhos de onde são retiradas as areias utilizadas no assoreamento.

Tem-se verificado, desde o início dos trabalhos, que grandes quantidades de pescado são despejadas na praia juntamente com a areia, escorrendo posteriormente para o mar. De acordo com o testemunho de um trabalhador, que pediu o anonimato, os operários envolvidos na movimentação de areias já retiraram peixe e marisco suficientes para encher por completo duas arcas congeladoras existentes no estaleiro da obra.

Entre outras espécies muito apreciadas, prevalecem linguados, navalheiras e amêijoas.

A mega-ação desta noite está devidamente autorizada pelo Ministério do Ambiente e conta com o apoio do Município, que fornece uma carrinha para transporte do pescado às casas dos participantes que não disponham de carro próprio.

Os organizadores prevêm a participação de mais de uma centena de pessoas.

Os interessados deverão aparecer munidos de um camaroeiro e um balde, no mínimo. 

*foto Ana Guerreiro

Pág. 2/2