Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

DIÁRIO não diário * Zé d'Albufeira

albufeiradiario, 30.12.22

20201126152713__MB16459-01-1-1600x1067.jpeg

30 de dezembro de 2022

Fez bem o PR recusar dissolver o Parlamento. Por duas razões fundamentais.

Em primeiro lugar, por não dever submeter o exercício do seu cargo à vontade de partidos ultra-minoritários ou sem expressão parlamentar.

Segundo, porque não existe razão objetiva com acolhimento constitucional que sustente o recurso à chamada bomba atómica.

O que 'eles' querem, de facto, é perverter a democracia para, a exemplo da I República, abrir caminho ao avanço da extrema-direita.  

DIÁRIO não diário * Zé d'Albufeira

albufeiradiario, 29.12.22

pele-21-curiosidades-que-voce-deve-saber-sobre-o-r

29 de dezembro de 2022

Morreu o Rei Pelé, a maior lenda de sempre do futebol mundial.

O eterno nº 10 do Santos e da seleção brasileira, campeão do mundo por três vezes, foi o ídolo de sucessivas gerações, incluíndo a minha, desde 1958, ano da conquista do primeiro campeonato do mundo.

Edson Arantes do Nascimento encontrava-se internado em estado terminal, vítima de cancro.

Paz à sua alma.

DIÁRIO não diário * Zé d'Albufeira

albufeiradiario, 28.12.22

alexandra-reis.jpg

                                                                                                                                                                                               d.r.

De trapalhada em trapalhada até à trapalhada final.

Decididamente, esta é a maioria absoluta das trapalhadas - que, valha-nos isso, nada nem ninguém consegue TAPar (esconder) dos olhos dos portugueses.

É pena... porque até tem vindo a governar bem em múltiplos setores.

A redação do Carlinhos

albufeiradiario, 25.12.22

A redação do Carlinhos

21514865_Yr51T.png

Olá meus queridos conterrâneos

Este ano vim passar o natal à minha querida terrinha já aqui não punha o pé há um par de anos e que progresso eu vim encontrar graças a deus isto em nada se parece com a vilória repleta de carências em que eu vi a luz do dia por acaso nasci à noite segundo diz a minha mãezinha e vivi os primeiros anos de vida com as famílias e a minha também a sofrer limitações de vária ordem está tudo mais moderno mais desenvolto mais prazenteiro para as pessoas que aqui moram ou exercem as suas profissões até o turismo está muito mais vivo e beneficia de muito maiores estruturas principalmente tascas e tasquinhas para acolhimento de turistas jovens e alegres que procuram bebedeiras e barulheira e conflitos com as autoridades tudo menos sol praia e cultura e vejo que já não há ainda bem gente pobre nem remediada porque o meu paizinho diz que há muitos anos que a câmara não faz habitação social é porque não faz falta e deixou de haver feiras e mercados não é por falta de espaço que o presidente da câmara até se ofereceu há dias para dar um terreno para aí ser construído o há muito prometido e sucessivamente adiado hospital central do algarve portanto não é por falta de espaço que não há mercado é porque ninguém tem necessidade de comprar coisas mais baratas do que nas lojas mas o que eu mais gostei foi da

320515666_1193850487897230_7385255216272166112_n.j

nova escadaria para a praia do peneco é mesmo muito mais cosmopolita e tem uma inovação essa é que mais me agradou uma parte do piso feito piscina para obrigar as pessoas no regresso da praia a lavar os pés ao passar no meu tempo vínhamos com as patas cheias de areia para nosso incómodo e as nossas mães nos ralharem também apreciei o novo restaurante em forma de penico não concordo com o meu paizinho que diz que aquilo é um atentado ao ambiente visual porque retira o relevo ao peneco ainda por cima enterrado até ao pescoço e agravado com o monstro do outro lado mas para quê dar assim tanta importância ao peneco ex-líbris de albufeira podem e devem fazer um rebranding como o sporting que quer criar um novo símbolo sem o leão não acabaram com o passeio marginal o meu paizinho diz que foi um crime mas as pessoas na altura protestaram depois aceitaram dòcilmente primeiro estranha-se depois entranha-se

Bem meus queridos a redação vai longa como vou ficar aqui até ao ano novo pode ser que um dia destes volte a maçar-vos com os meus horríveis e maçadores escritos

Beijinhos e abraços e o menino jesus vos traga muitas prendinhas tchau bye bye

DIÁRIO não diário * Zé d'Albufeira

albufeiradiario, 25.12.22

320982199_2341349739363063_9126061927146982691_n.j

25 de dezembro de 2022

A magia do circo regressou, em noite de nascimento, aos lares portugueses, por via da RTP, como já é tradição.

O Victor Hugo Cardinali, sem dúvida o mais internacional circo português, cuja dimensão europeia não é despicienda,  proporcionou-nos um excelente espetáculo de esfusiante alegria, movimento e côr - e também suspense, como é apanágio.

Foi para mim o desfilar de recordações de infância... dos anos cinquenta em Albufeira, quando se levava um ano de ansiosa expetativa a aguardar que o circo nos visitasse pela feira franca. O que nem sempre acontecia, para nossa desilusão e ábdito lamento.

Os moços de hoje, felizmente, nesta matéria como noutras de índole semelhante, não enfrentam as limitações por nós vividas. Graças aos poderosíssimos e moderníssimos meios de que dispõem (nem fazem ideia do que isto era...).

1.jpg

2.jpg

3.jpg

4.jpg

Imagens que falam por si

albufeiradiario, 22.12.22

O maior crime...

passeio dos tristes crime.jpg

                                                                                                                                                                                                  d.r.

...jamais perpetrado contra a memória coletiva do nosso povo e os interesses turísticos de Albufeira.

DIÁRIO não diário * Zé d'Albufeira

albufeiradiario, 20.12.22

320722507_3361863167421478_2758895220677642608_n.j

20 de dezembro de 2022

Não  sendo embora facto inédito, longe disso, realço a atitude do PR, que visita militares portugueses em missão de paz no estrangeiro - abdicando do conforto dos seus lares e famílias para aí servirem Portugal e a Humanidade.

Em época natalícia, de afetos e sentimentos afins, atribuo a este acto o valor e o calor da solidariedade que os naturais deste rincão à beira-mar plantado tão bem sabem (sabemos) interpretar.

Tal como o censuro quando acho que o devo fazer, também agora o enalteço por estar convicto de ser essa a reação a tomar. Sempre com isenção e frontalidade e no respeito e admiração pela pessoa e pelo alto cargo que desempenha - apanágio, aliás da minha maneira de ser e estar.

Que barraca !

albufeiradiario, 16.12.22

Giro Mudanças geram confusão

Giro.jpg

                                                                                                                                                                                                d.r.

ZÉ D'ALBUFEIRA

O que a câmara de Albufeira e os barraqueiros algarvios fizeram foi complicar o Giro - quando, facilmente, teria sido possível otimizá-lo a contento de todos.

Não é preciso ser nenhum engenhocas iluminado ou técnico especializado em transportes públicos rodoviários - para atingir esta conclusão.

Mandava a prudência e o respeito pelos utentes do serviço que se tivesse mantido, basicamente, com pequenos ajustes, a estrutura existente (substituindo as cores por números, se achavam ser mais prático) - acrescentando-lhe duas novas linhas: Guia e Olhos d'Água.

Tão simples quanto isto.

Com as mexidas verificadas, caíu-se no caos autêntico. Nem os passageiros se entendem nem os motoristas dão conta do recado, pese embora o seu profissionalismo e dedicação.

A prová-lo, as queixas em enorme número surgidas diariamente, nomeadamente da população escolar e de quem tem horários a cumprir.

Enquanto isso, o executivo PSD apoiado na muleta PS parece assobiar para o lado.

Arrepiem caminho enquanto é tempo, senhores autarcas. Este estado caótico lamentável caminha já para três semanas e não se vislumbra solução à vista. Não queiram só fazer lindas fotos nos autocarros elétricos para publicação na comunicação social que mama da teta da câmara.

Os munícipes estão primeiro - deviam estar !

DIÁRIO não diário * Zé d'Albufeira

albufeiradiario, 15.12.22

Marcelo-Rebelo-de-Sousa-Guerreiro-de-Honra-do-Spor

                                                                                                                                                                                                     d.r.

15 de dezembro de 2022

No mínimo, caricato. Sem dúvida, lamentável.

No momento em que o País continua mergulhado em preocupante crise provocada pela infeliz conjugação vírus/guerra, agravada nos últimos dias pelo mau tempo que sobre ele se abateu, deixando cidades inundadas e milhares de pessoas desalojadas... o PR foi quem primeiro anunciou nas televisões o despedimento do selecionador nacional de futebol, antecipando-se à própria Federação.

Triste.

"Só visto, contado não tem graça." 

Pág. 1/2