Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Autárquicas'09 - III

albufeiradiario, 19.02.09

IRÁ HELDER SOUSA

SALTAR DA JUNTA PARA A CÂMARA?

ZÉ D'ALBUFEIRA                    

Em gozo de (merecidas) férias algures, o presidente da Câmara terá delegado no presidente da Junta a função de olheiro das obras que decorrem na Meia Laranja e artérias adjacentes. E de facto Helder Sousa tem sido presença diária na zona, supervisionando o andamento dos trabalhos, não sem que tenha de ouvir permanentemente reclamações de alguns comerciantes que se sentem mais lesados.

Quando já estamos em maré de preparação de candidaturas às próximas eleições autárquicas, ocorre-nos questionar se esta "delegação de poderes", chamemos-lhe assim,  não quererá significar alguma coisa mais em termos de composição das listas do partido laranja.

Senão vejamos. Havendo em funções a tempo inteiro quatro vereadores, excluindo obviamente o vice-presidente que assegura no centro nevrálgico o funcinamento de toda a máquina administrativa, para além de substituir nas funções presidenciais o ausente Desidério, seria natural que um dos outros - Quintino, Gonçalves ou Marlene - exercesse a função cometida ao líder da Junta.

A não ser assim, talvez se possa retirar a ilação [não é acordo ortográfico: esta grafia já é velha] de que os três citados edis não verão renovados os seus mandatos. E mais, que Helder Sousa será chamado a funções na vereação nos próximos quatro anos. De facto, o actual presidente da Junta é, desde sempre, um dos melhores, mais fiéis e mais eficazes colaboradores do líder do Município. Aliás, são-lhe geralmente reconhecidas as suas qualidades de dedicação aos problemas de Albufeira e é salientado o facto de sempre se mostrar prestável aos munícipes quando para tal é solicitado, mesmo em matérias que não são da responsabilidade do órgão a que preside. Resta saber se a sua ida para a Câmara não vai abrir uma brecha ao nível da freguesia, pois não vemos quem poderá o PSD apresentar como seu sucessor com igual garantia de êxito. Mas, também, perante a fraca concorrência que se anuncia (João Helder, um pretensioso membro da assembleia de freguesia sem provas dadas, pelos socialistas) não é preciso aposta muito forte para levar de vencida a contenda.

Pois bem, aguardemos que o tempo nos dê ou retire a razão. Por enquanto, mais não podemos fazer de que navegar em especulações, atentos aos sinais que se nos deparam. Especulações bem intencionadas, como é evidente.

 

16 comentários

Comentar post