Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

À boleia

albufeiradiario, 02.03.09

O (BOM) EXEMPLO DO TURISMO DO ALGARVE

ZÉ D'ALBUFEIRA      

O presidente do Turismo do Algarve [qual ERTA nem meio ERTA, deixem de complicar as coisas] revelou ao jornal barlavento que o organismo a que preside decidiu colar-se à mega-campanha do Turismo de Portugal dirigida ao mercado interno.

Ora, cá está uma medida oportuna e realista, perfeitamente adequada às circunstâncias do tempo e do lugar, e enquadrável sem motivo para dúvidas em qualquer orçamento de vacas magras. Em termos aprazíveis a ouvidos finos, diremos que se trata de aproveitar sinergias.

Foi com idêntica perspectiva que, já nos idos de sessenta, as então Comissões Municipais e juntas de Turismo algarvias, embora por imposição superior, deram lugar à Comissão Regional de Turismo do Algarve (CRTA).

Não tenho qualquer pejo em afirmar que nesta, como noutras matérias, embora mais empiricamente e menos cientificamente que hoje, e sem os meios tecnológicos e as ferramentas da sociedade da informação de agora, se pensava e agia mais avançado!

Presentemente, cada capelinha (leia-se Município) quer manter o seu próprio órgão de promoção turística para poder manipulá-lo a seu bel-prazer. Situação que, em termos de Região, sendo contrária à ideia de regionalização tâo em voga (nas palavras que não em actos), representa uma multiplicação de gastos e sobreposição de acções, por vezes contraproducentes e negativas.

Esta é, sem dúvida, uma das matérias em que a ideia de regionalização melhor assenta. E que, aliás, em tempos passados já deu (bons) frutos. O Algarve enquanto região de características próprias só terá a ganhar se voltar a ser considerado um "destino" único e como tal vier a ser promovido. Com o esforço conjunto de todos, entidades públicas e trade.

Queixar-se-ão alguns Municípios de que, em anteriores experiências, se sentiram prejudicados. Talvez com razão. Mas não teria isso acontecido exactamente por falhas imputáveis a eles próprios, desde logo pelo facto de terem escolhido os seus representantes no órgão regional entre as clientelas partidárias em vez do recurso a profissionais competentes?

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.