Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Amigos de Albufeira

albufeiradiario, 20.07.09

Embora não me tenha sido pedido, acho de elementar justiça publicar em post os esclarecimentos enviados em comentário, esta madrugada, por Rui Carvalho sobre a polémica existente na AAA. Reafirmo que são bem-vindos todos os contributos que conduzam ao apuramento da verdade. Ataques pessoais não serão tolerados.

ZÉ D'ALBUFEIRA

 

POSIÇÃO DE RUI CARVALHO

(DIRECÇÃO CESSANTE)

 

Já é a segunda vez que me "pica" (penso eu, não sei...), mas desta vou dar-lhe o prazer em responder e até mais do que queria, mas quando se começa é difícil parar. "Amigo" Zé, que fique claro o Sr.. não é meu amigo nem nunca o será, apenas o trato assim por cortesia e anote o seguinte, será a última vez que o farei aqui, não porque lhe deva alguma obrigação moral ou outra coisa qualquer, mas porque acho que escreveu um conjunto de asneiras lamentáveis ao qual não poderei ficar (obviamente) indiferente, assim sendo, cá vai: para sua informação e para os que têm dúvidas (certezas não acredito que alguém as tenha, pois a situação a mim - Direcção AAA - me diz respeito e sei o que digo e o que faço), a Direcção não se demitiu por incumprimentos dos estatutos, pois não sei se sabe, quem fez/elaborou os actuais estatutos fui eu (Rui Carvalho) e foram aprovados em AG, mês de Abril último, com isto quero dizer, se for bom entendedor, que não me parece ser de bom-tom falarmos do que não sabemos. Mas este blog gosta imenso de "contos e ditos" e da calúnia infundada, de "sangue e guerra" não sei até quando! Mais outra informação, a Direcção demitiu-se, não por falta de quórum, mas porque os 4 elementos que faziam sempre quórum (Presidente, Tesoureiro e Dois Vice-Presidentes), entenderam (unanimemente) demitir-se em bloco por não haver condições pessoais e profissionais de alguns dos seus elementos para dirigir a associação e ponto final, e isto foi dito e consta em acta da última reunião de assembleia, não se deveu como diz, portanto, à falta de quórum ou incumprimento estatutário. O que diz só pode ser anedótico, não deixa de ser mais uma manobra de fumaça como o Sr. deixa levar e passa a mensagem, e preciso ter cá uma "cachola" e uns fígados também, já agora também fica bem.... até lhe posso adiantar que a interpretação escrita que fazem dos factos (como cheguei a ver um texto, vindo dos arautos anciãos) num dos inúmeros ataques a direcção e à minha pessoa em particular, só revela uma pobreza de análise das situações (para não dizer de espírito), que, mediocremente, utilizam interpretações senis (para não dizer dementes) dos factos, completamente desprovidas de senso (quero dizer sem sentido), como fossem grandes prosadores da língua de Camões. Escrever, não é só juntar palavras até fazer uma frase, escrever é mais do que isso, é usar as palavras com conteúdo e significado e depois as frases têm de formar um sentido, e devem corresponder à realidade (neste caso, é claro! Também podemos filosofar ou ficcionar o que quer que seja, como esta situação da AAA) , até posso admitir que seja propositado, mas o que se escreve é tão mau, não passa de fumaça para denegrir a minha pessoa e fazer transparecer para a comunidade que não valho nada, uma coisa garanto, quem me conhece verdadeiramente sabe o que sou e como sou, basta ver pelos alunos que tive na UATI, falem com eles! "Meus senhores" a AAA, tem cerca de 400 sócios, tratar assuntos internos na praça pública fica mal, põem em causa os demais sócios e os fundamentos da associação. "AMIGOS........"!!!!De quem?... .. De mim não são, melhor não são de ninguém. Peço desculpa pelas várias interjeições usadas. Mas tem de ser, levar isto a sério seria da minha parte muito enfadonho e cá para nós que ninguém nos ouve, masoquista!
Mais outra informação, caso não saiba, não tomei de "assalto" a AAA, nem eu nem nenhum dos outros elementos, eu estava em casa e recebi um telefonema de uma pessoa que estava reunida com os "históricos da AAA", na sede da AAA e pediu-me a gentileza de ir ter com eles, na associação, acedi (sem saber ao que ia), pois a pessoa em causa era-me muito próxima e merecia-me toda a consideração(até me sinto mal... sinceramente, os restantes devem ter-lhe feito tanto a cabeça...pela sua má escolha, está ver o que quero dizer!). E foi para quê? Claro está!! Para me pedirem que assumisse a Direcção da Associação, pois era a pessoa indicada, era jovem e com capacidades, dinâmico e a associação precisava de inovação, enfim... era o melhor do mundo (na altura), sabem como são estas coisas, quando queremos usar alguém, damos mil uma voltas para levarmos a nossa avante. Inicialmente disse-lhes que não teria muita disponibilidade, mas perante o colegial apoio e tais considerações acedi, que lhe posso dizer? Ingenuamente encheram-me o ego, quem não gosta de ouvir coisas boas a seu respeito?!! Mal sabia onde me estava a meter! Ao que parece, agora sou o contrário daquilo tudo, portanto, meu amigo ZÉ, eu não tomei de "assalto a associação", os históricos é que meteram lá, e sabe porquê? Se calhar não sabe, mas isso também não lhe vou contar. Para cocluir esta ideia, como é se pode tomar de assalto algo com os próprios donos. Imagine eu ir assaltar a sua casa e ir consigo, os dois! Cabe na cabeça de alguém usar tal terminologia, é obvio que não! Lá está, o "amigo" Zé ouve coisas que depois fermentam na sua imaginação e de seguida saem cá para fora as coisas mais estapafúrdias, como é o caso. Uma de bolso só para si, por acaso sabe quem são ou eram os elementos dos restantes órgãos, se não?...Eram os mesmos da anterior direcção, tá ver! Lá está... tem de se informar melhor. O Sr. também gostava que dissem coisas infundadas a seu respeito? Responda-me! Se calhar não gosta! O "amigo" Zé é como aquelas "cabeças tontas", peço desculpa pelo vernáculo usado, "emprenham pelas orelhas", mais uma vez lhe digo, é muito feio distorcer a realidade, o Sr. é hábil nisso e os chamados históricos também, até me arriscaria chamar-lhes dinossáuros, mas não fico-me pelos históricos. Chegaram ao cúmulo de fazer a triste figura de ir fazer queixinhas, imagine-se a quem? Ao Sr. Presidente da Câmara. Algumas que ferem a minha honorabilidade e mexem com a minha vida profissional e particular e cívica. E tipo aluno bem comportado que fui e sou, naturalmente que lhe dei uma explicação e até lhe enviei uns mailzitos com os dados que tinha apurado das contas para que atestassem que o dinheiro foi bem gasto e em coisas úteis, bem como o relatório de actividades, por acaso até me esqueci de uma coisa, de lhe dizer que as festas que organizámos na vigência desta direcção deram sempre lucro, ao contrário das outras, isto agora é mesmo má língua desculpa lá, mas há documentos onde isso se prova, bem sei que a associação não tem fins lucrativos, mas precisa de pagar a uma funcionária que tem no bar, uma jóia de pessoa, diga-se passagem, precisa de pagar água, luz, telefone, bem... isso tudo o que é habitual e não pode dar-se ao luxo de ter festas com prejuizos e viver só do subsídio da autarquia, que mesmo assim não chega. Ás vezes pergunto a mim mesmo, qual o papel da AAA na sociedade de Albufeira, já fizeram esta pergunta? Que utilidade têm? Bem sei, podem dizer, tem a UATI, que tem por objectivo ajudar a passar melhor o tempo dos que muito dera e agora estã na fase do lazer (reformados), mas precisam de estar ocupados, pois tem.. é verdade, mas a UATI em determinados momentos parece não se enquadrar na AAA e vice-versa, só quem não conhece pode pensar que as duas coisas casam bem, mas não, não casam! A UATI tem um espírito académico, filosofal e reflexivo, enquando a AAA tem as jantaradas as petiscadas (só para alguns), que também fazem falta é verdade, mas as duas coisas juntas não vai durar por muito tempo, garanto-lhes.
Voltando ao assunto, tudo vale para derrubar as pessoas, agora estão descontentes, esquecem-se dos vários anos que leccionei na UATI a troco de nada, apenas por puro voluntariado e sem interesse algum (a convite da tal pessoa do telefonema, que ainda a continuo a estimar, não sei ela me estima a mim, mas isso também não interessa), então para isso "amigo" Zé, já sirvo para ser Albufeirense!!!! Só se é Albufeirense quando interessa e quando não interessa chamam-lhe "não naturais de Albufeira", caro amigo, os meus impostos ficam aqui em Albufeira, sou tanto Albufeirense como o Sr.
Para finalizar, a paralisação da associação aconteceu porque se andou a "enrolar", melhor (desculpem..vamos ser sérios) a adiar a reunião de AG para a aprovação das contas, porque da parte da contabilidade que até faz o especial favor de trabalhar de borla para a AAA, é o que dizem as más, não, as boas línguas! (Ainda não consegui perceber se assim é, até porque encontrei em todos os anos anteriores documentos que provam o contrário), mas continuando, na altura, finais de Abril, não havia tempo para rever as contas (Ivas/IRS/reuniões etc...aquela desculpa de mau pagador, quando não interessa), e lá esta, Segunda-feira, 20 de Julho de 2009 às 03:02: mais uma vez acedi organizar a documentação como me indicaram, mal ao que parece, e posto isto, chegou altura dos santos populares e logisticamente não foi possível organizar, e até lhe digo, ainda que fosse, teria sido um fiasco, como foram os passeios que organizámos, para concluir, houve permanentemente um boicote a tudo o que se ia fazendo. Sabe uma coisa, ao fim deste "relambório" todo, acho que o Zé de Albufeira já pode ser meu amigo. E não se esqueça do comentário anterior, "amigos amigos, negócios à parte!"

Um abraço,
Rui Carvalho

 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.