Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Ingratidão

albufeiradiario, 27.08.10

BOMBEIROS ESQUECEM SERVIDOR/FUNDADOR

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Por mais que me esforce, não consigo entender os critérios que a Associação dos Bombeiros Voluntários de Albufeira usa na colocação da bandeira a meia haste, em sinal de luto.

Morreu quarta-feira o Raul Coelho, um dos fundadores do Corpo de Bombeiros  (não confundir com a comissão fundadora da Associação), soldado da paz anos a fio, verdadeiramente voluntário, no tempo em que era difícil sê-lo. Quando se pagava a farda do próprio bolso. Sempre prestou serviço desinteressada e gratuitamente, conduzido apenas pelo espírito de missão dos simples que simplesmente se entregam ao serviço da comunidade.

Já não desempenhava o cargo, é certo, mas dedicou bem mais de uma década, à sua maneira e de acordo com as suas possibilidades, a engrandecer a instituição - que se tem imposto, justamente, graças ao trabalho anónimo e por vezes incompreendido dos soldados rasos.

Acresce que o Raul é irmão de outro bombeiro da primeira hora, hoje 2º comandante do Quadro Honorário, o Manuel José Coelho.

Não justificaria a conjugação destas realidades que os BVA se curvassem ante a memória deste seu servidor?

Nem podem, sequer, alegar desconhecimento. Uma vez que o actual comandante - cuja nomeação aqui comentei com alegria - é também um dos pioneiros. E sabe, tão bem quanto eu, quem alinhava nos tempos em que o transporte para os fogos era feito na 'Gabriela' !

*foto ALBUFEIRAsempre

 

4 comentários

Comentar post