Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

País de ficção

albufeiradiario, 09.03.11

MÁSCARAS

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Dizia-me há pouco um amigo que, a partir de hoje, iria voltar a usar a máscara, retirada pelo Carnaval.

Já o grande Vergílio Ferreira exclamara com sabedoria: "Que ideia a de que no Carnaval as pessoas se mascaram. No Carnaval desmascaram-se".

Parece de facto que assim é. Nos dias de Entrudo, permite o espírito de liberdade (ausência de censura social) que as pessoas se mostrem tal qual são intrinsecamente, assumindo a personalidade escondida no resto do ano, sujeitas à pressão que a sociedade sobre elas exerce.

Usos e costumes e preconceitos coletivos condicionam todos e cada um. A começar pelos governantes que fingem ser estadistas. Os gestores que se armam em competentes. Os autarcas que se fazem passar por importantes. A par de todo um rol de cidadãos os mais diversos, acomodados no tecido social, que fingem ser aquilo que não são.

Perante esta triste realidade e tendo em conta o desenrolar dos acontecimentos a que vimos assistindo nos últimos anos, é caso para afirmar, pela parte que nos toca a nós, portugueses, que vivemos num País pornograficamente mascarado. Numa pátria de ficção.

 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.