Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Parlamento fora dos festejos

albufeiradiario, 16.04.11

25 D'ABRIL CINZENTO

ZÉ D'ALBUFEIRA                          

Pela primeira vez, a casa-mãe da Democracia não vai festejar a Revolução dos Cravos!

A ser verdade que os deputados continuam a receber os respetivos vencimentos mesmo após a dissolução da Assembleia da República (informação que vendo pelo preço que comprei), não se compreende que não reúnam naquela data em sessão solene, como sempre aconteceu após a (re)conquista da liberdade. E, embora não recebendo, nada justifica que os representantes da Nação se abstenham de assinalar, cumprindo uma tradição fortemente arreigada entre nós, o ato que devolveu a dignidade ao Povo Português.

Dir-me-ão, como já li por aí, que, dissolvida a AR, esta não pode voltar a reunir - o que não é verdade. A comissão permanente está em efetividade de funções e pode, se assim o entender, convocar o plenário em qualquer altura até à posse do novo órgão legislativo saído das eleições de 5 de Junho.

O que verdadeiramente se passa é que os eleitos vivem cada vez mais divorciados da vontade de quem os mandatou, fazendo do lugar (que deveria ser) honroso de representante do Povo, um tacho e um trampolim para mais altos voos. Leia-se satisfação de ambições pessoais.

Esquecem-se, porém, que sem o movimento vitorioso que mudou o regime não teriam ascendido aos lugares que hoje ocupam. À excepção de uns quantos que lá se sentam e teriam também assento no poder se o fascismo tivesse continuado!