Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Hospital do Barlavento

albufeiradiario, 19.07.12

Três em um

(ATUALIZADO)

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Que tem a dizer sobre esta pouca-vergonha o ministro-contabilista da Saúde, Paulo Macedo? O presidente do conselho de administração do CHBA, de uma assentada, deu emprego no organismo a que preside à filha, ao genro e ao presidente do PSD/Portimão.

O próprio Passos Coelho, na dupla condição de primeiro-ministro e líder do Partido Social Democrata deve pronunciar-se. Mais: tem de atuar. Se quer verdadeiramente que os portugueses confiem na sua honestidade e na seriedade que diz querer imprimir à gestão da coisa pública.

Depois dos escândalos envolvendo um seu proeminente ministro, que, soube-se este fim de semana, o governo pretenderá branquear antecipando atabalhoadamente uma inspeção à Lusófona, o chefe do executivo tem a obrigação de não deixar passar em claro situações como a que se vive atualmente no Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, sob pena de ver vir por aí abaixo a credibilidade que os portugueses ainda lhe conferem, mas a diminuir semana após semana, segundo as sondagens.

Se isto não é favorecimento e compadrio, então o que é?

A justificação de José Manuel Ramos ao ‘Correio da Manhã’ não colhe. Para além da filha e do dirigente da estrutura local do PSD, há centenas, talvez milhares de cidadãos com «perfil [que] se adequa ao cargo».  Eletricistas com formação profissional sólida há-os aos montes. E manda a lei e o bom-senso que as admissões para cargos em organismos públicos se façam por concurso público. Teria sido prudente recorrer a este método.

Tem o primeiro-ministro em toda esta trapalhada um ótimo pretexto para mostrar que prima pela transparência e não deseja ver a reputação que lhe resta levada na corrente do Arade. Basta mandar para casa a família toda, inclusive o zeloso chefe-de-família. E, claro, o compadre companheiro de partido.

(Minha coluna de opinião "Antes do mais" no «barlavento» de hoje, 19/07/2012)

Atualização - Os três recém-empossados acabaram por pedir a demissão, face à polémica instalada. Têm mais vergonha que o presidente do CA.