Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

5 de Outubro

albufeiradiario, 05.10.16

Comemora-se hoje a Implantação da República

 

Esta foi a bandeira da República Portuguesa que José Relvas hasteou na varanda da Câmara Municipal de Lisboa a 5 de outubro de 1910.

cinco outubro bandeira.jpg

                                          D.R. - Imagem do livro "Heróis do Mar - História dos Símbolos Nacionais"

 

Assinala-se hoje a data histórica da Implantação da República pelas forças revolucionárias que derrubaram a Monarquia em 1910.

Resumo histórico

Socorro-me da Wikipédia para vos apresentar um breve resumo histórico dos acontecimentos que levaram à proclamação da República.

734px-Estremoz13.jpg

A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de uma revolução organizada pelo Partido Republicano Português, iniciada no dia 2 de outubro e vitoriosa na madrugada do dia 5 de outubro de 1910, que destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano em Portugal.

A subjugação do país aos interesses coloniais britânicos, os gastos da família real, o poder da igreja, a instabilidade política e social, o sistema de alternância de dois partidos no poder (o Partido Progressista e o Partido Regenerador), a ditadura de João Franco, a aparente incapacidade de acompanhar a evolução dos tempos e se adaptar à modernidade — tudo contribuiu para um inexorável processo de erosão da monarquia portuguesa do qual os defensores da república, particularmente o Partido Republicano, souberam tirar o melhor proveito. Por contraponto, o partido republicano apresentava-se como o único que tinha um programa capaz de devolver ao país o prestígio perdido e colocar Portugal na senda do progresso.

Após a relutância do exército em combater os cerca de dois mil soldados e marinheiros revoltosos entre 3 e 4 de outubro de 1910, a República foi proclamada às 9 horas da manhã do dia seguinte da varanda dos Paços do Concelho de Lisboa. Após a revolução, um governo provisório chefiado por Teófilo Braga dirigiu os destinos do país até à aprovação da Constituição de 1911 que deu início à Primeira República. Entre outras mudanças, com a implantação da República, foram substituídos os símbolos nacionais: o hino nacional,a bandeira e a moeda.

Comemorações oficiais

As comemorações do 5 de Outubro regressam esta quarta-feira ao exterior da Câmara de Lisboa, com Marcelo Rebelo de Sousa a discursar na Praça do Município pela primeira vez enquanto Presidente da República.

Este será também o ano em que o dia da Implantação da República volta a ser feriado, depois de ter sido eliminado em 2013. Será igualmente a primeira vez que o primeiro-ministro, António Costa, participa nas cerimónias como chefe do executivo.

A cerimónia na câmara de Lisboa terá início pelas 11:15, quando o Presidente da República hastear a bandeira nacional na varanda do salão nobre dos Paços do Concelho, ao som do hino nacional, tocado pela banda da GNR.

Depois, no exterior do edifício, o presidente da Câmara de Lisboa fará uma intervenção, seguida do discurso do Presidente da República.

A cerimónia termina com o desfile das forças em parada. (Dos jornais).