Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Da falta de visão ambientalista

albufeiradiario, 25.01.07
COSTA DE ALBUFEIRA PAGA A FACTURA 
                     ZÉ D'ALBUFEIRA             

Muitas pessoas se insurgem contra os ambientalistas que, por dá cá aquela palha, intervêm nos mais diversos projectos em defesa do meio ambiente. É certo que, por vezes, protagonizam abusos incompreensíveis para o comum dos mortais, ao ponto de quererem pôr em causa interesses legítimos da pessoa humana para salvaguardarem princípios mesquinhos de preservação de espécies de nula importância no equilíbrio do planeta.

Certo é, porém, que se a construção da marina de Vilamoura, na década de sessenta do século passado,  tivesse sido precedida de estudos (sérios) de impacte ambiental - hoje não estaria a costa do concelho de Albufeira a ser vítima da enorme erosão que a aflige inexoravelmente.  O desassoreamento das nossas praias não atingiria concerteza as proporções alarmantes que se conhecem.

Não eram, à data, visíveis as preocupações de carácter ambientalista. Ou, pelo menos, não se manifestavam abertamente. Nem legislação havia que lhes desse cobertura. Faltando, por isso, o grito de alerta capaz de fazer pensar duas vezes os responsáveis antes de avançarem com a obra nos termos em que foi realizada.

Hoje está cientificamente comprovado que a implantação dos molhes da barra de Vilamoura (e também os esporões de Quarteira) provocaram alterações irreversíveis nos movimentos marinhos, causa próxima das perdas de areia e avanços do mar nas nossas praias.