Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Cine-teatro Louletano

albufeiradiario, 23.10.17

António Clareza no 'Conversas à Quinta'

antonio clareza.jpg

                                                                                                                                         d.r.

ZÉ D'ALBUFEIRA com Algarve Primeiro

No próximo dia 26 de outubro, pelas 21h00, no âmbito da sua rubrica regular “Conversas à Quinta”, António Clareza, uma das figuras mais respeitadas da cultura louletana, vem ao Cine-Teatro falar sobre o seu percurso, nomeadamente nas áreas associativa, teatral e musical, num ambiente informal de partilha.

A sessão tem a duração aproximada de 90 minutos, com entrada gratuita, e dirige-se a maiores de 12 anos.

Conforme revela nota da Autarquia de Loulé, António José da Palma Clareza é natural de Loulé e cedo aprendeu na antiga barbearia de seu pai, na Rua das Lojas, a gostar de ouvir contar histórias de gente sofrida mas também alegre. O seu pai era um músico autodidata e tocava bandolim, guitarra e viola. Foi ali, onde muitas vezes se sentou António Aleixo (que não conheceu), que aprendeu os primeiros acordes, assim como outros seus amigos fundadores do primeiro grupo de música Ye-Ye de Loulé, na década de 60, os “Caveiras Negras”.

Mais tarde, junto com alguns amigos, rumou a Faro para aprender os primeiros segredos da arte de alma, integrando a companhia Teatro Laboratório de Faro, então única no Algarve, e por lá permanecendo três anos. Depois voltaram a Loulé onde fundaram o Teatro Análise de Loulé (companhia não profissional) na Casa da Cultura de Loulé e onde permaneceram até aos dias de hoje.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.