Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Albufeira Sempre

Diário sobre Albufeira.

Em outubro próximo

albufeiradiario, 08.01.21

Eleições autárquicas

camara albufeira2.jpg

                                                                                                                                                                                                    d.r.

ZÉ D'ALBUFEIRA

A nove meses das autárquicas previstas para outubro, crescem as movimentações em Albufeira visando a constituição de candidaturas aos órgãos do poder local.

Por enquanto em regime de prudente discrição, partidos e grupos de munícipes contam espingardas, procurando assestar (e acertar) personalidades disponíveis com eventual aceitação entre o eleitorado, mais do que projetos e estratégias.

Por parte do PSD, que dirige o Município há cerca de vinte anos consecutivos, é cada vez maior o fosso que separa os que defendem a recandidatura de José Carlos Rolo, com expressão maioritária, daqueloutros que pensam que o atual presidente esgotou todas as suas capacidades e ambicionam renovar na continuidade. Estes em crescendo a olhos vistos, ao que nos dizem.

No seio do Partido Socialista reina a incerteza.

Entusiasmados com a perspetiva de uma vitória, resultante da suposta divisão de votos do PSD face ao surgimento do (agora) independente Desidério Silva, os socialistas não têm, porém, muito para onde se voltar.

Para além dos derrotados do sufrágio de há quatro anos, alegadamente por falta de visão estratégica face ao impedimento jurídico do VIVA de Ana Vidigal, por mais que os socialistas procurem - pouco ou nada vislumbram nas próprias hostes. A menos que surja entretanto, também nesta área, um qualquer independente com o peso desejado. Havendo mesmo quem defenda uma aproximação negociada ao antigo presidente Desidério Silva.

Este, por sua vez, já colocou os motores em marcha, dispondo no terreno de uma mão cheia de indefetíveis em busca de assinaturas com vista à formalização da candidatura.

Entretanto, correm rumores - que não conseguimos confirmar - de que alguns dos mais expressivos apoiantes do ex-VIVA estarão a estabelecer contactos com vista a ajuizarem da possibilidade de êxito de uma nova candidatura de Ana Vidigal, escudada neste ou noutro movimento de cidadãos que venha a constituir-se.

Abel Zua Coelho, atual comandante dos Bombeiros, cuja candidatura ALBUFEIRA SEMPRE anunciou em primeira mão, terá já em funcionamento uma task-force, dispondo de uma estrutura muito bem organizada, que, para além da burocracia inerente, se prepara para um lançamento com pompa e circunstância, de modo a obter grande impacto junto do eleitorado.

Quanto aos restantes partidos, pouco ou nada soa.

No PCP, como de costume, o secretismo impera quase até ao fim. Isto sem embargo de estarem já a desenvolver-se diligências que levem a determinar um candidato. O que poderá passar, em última análise, por uma intervenção dos órgãos regionais.

Dos outros... não reza a História, como sói dizer-se. Sendo bem expectável, todavia, que surjam surpresas.