Sábado, 25 de Dezembro de 2010
Al Mouraria

ALBUFEIRA PRESENTE

NO NATAL DOS HOSPITAIS

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Não é todos os dias que um grupo de Albufeira surge na televisão por uma boa causa.

Por isso, aqui fica o registo da presença do Al Mouraria no Natal dos Hospitais, tradicional iniciativa do "Diário de Notícas", em parceria com a Philips Portuguesa e a RTP, que há mais de 50 anos leva aos doentes internados em estabelecimentos de saúde o carinho, o amor e a solidariedade dos artistas portugueses na quadra natalícia.

*fotos ALBUFEIRAsempre

 

 

 

 

 

 



publicado por albufeiradiario às 18:39
link do post | comentar
partilhar

Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010
Tradição muito antiga

MISSA DO GALO EM ALBUFEIRA

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Hoje, véspera de Natal, a imagem do Menino Jesus será colocada no Presépio armado no presbitério da Igreja Matriz de Albufeira. Para que o nascimento do Salvador seja celebrado pelos fiéis que, habitualmente, acorrem em elevado número a estas comemorações.

A Missa do Galo terá início às zero horas do Dia de Natal.

No final, como é tradição muito antiga do povo de Albufeira, a imagem do Menino será dada a beijar, naquele que constitui um gesto simbólico colectivo de respeito e devoção ao Deus-Menino que veio para salvar a Humanidade.

*foto ALBUFEIRAsempre

 

 



publicado por albufeiradiario às 12:07
link do post | comentar
partilhar

Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010
Apesar da crise

CONSUMISMO AUMENTA

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

Desengane-se quem acreditou que a crise instalada levaria as pessoas a reduzirem os gastos na época de Natal que estamos a viver.

O consumismo continua à rédea solta e, a dois dias do Natal, as transações com recurso ao dinheiro de plástico já somam mais 4,3% do que em dezembro do ano anterior. É a SIBS, empresa que gere o Multibanco, quem o afirma.

Os próprios comerciantes, aliás, já esfregam as mãos de contentes, uma vez que as vendas de Natal estão a atingir níveis a que não estavam há muito habituados. Isto verifica-se particularmente nos setores do vestuário, eletrodomésticos, multimédia e novas tecnologias, bebidas e mercearias finas. Claro que as grandes superfícies e lojas integradas em centros comerciais são as mais beneficiadas.

Se pensarmos que a preferência pelos carros das gamas média e alta, registada no último trimestre, marca a tendência entre as famílias com mais posses – é caso para se dizer que está cada vez mais alargado o fosso entre ricos e pobres.

Porque não podemos esquecer que aumenta assustadoramente o número daqueles para quem o limiar da pobreza já foi ultrapassado. E que são muitos mais os que dele se aproximam perigosamente. Ao ponto de terem de recorrer, para manter uma alimentação condigna, à caridade alheia, nomeadamente aos restos de restaurantes e cantinas.

Enquanto este contraste é cada vez mais gritante, os nossos governantes continuam impávidos e serenos no seu pedestal, qual orquestra do Titanic a tocar alegremente enquanto o navio se afunda.

 



publicado por albufeiradiario às 18:47
link do post | comentar | ver comentários (1)
partilhar

Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2010
Depois de anos na penumbra

BEATO VICENTE

ILUMINADO PELO NATAL

ZÉ D'ALBUFEIRA                           d.r.

É como lembrar os pobres só pelo Natal.

A estátua do B. Vicente, deixada na (quase) escuridão ao longo do ano, merece umas luzinhas rendilhadas nesta quadra natalícia. Criando, por sinal, um cenário nada brilhante. Envolveram-na num arco à sua medida, tipo sapato apertado, encimado por uma estrela, numa cenografia supostamente de efeitos duvidosos.

Em época de contenção em matéria de iluminações natalícias - a que damos o nosso acordo - bem dispensava o monumento este arranjo ocasional.

Melhor fora que pela frente lhe colocassem um foco capaz de dar realce e beleza à imagem. Durante todo o ano.

*foto ALBUFEIRAsempre

 



publicado por albufeiradiario às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2009
Sem Jesus

QUE NATAL ?

D. MANUEL MARTINS*          

 

Não sei porquê, mas o Natal faz-me lembrar um período pré-eleitoral ou eleitoral. É que ainda o Natal vem longe, e já nos torpedeiam com uma propaganda intolerável. De paz? De fraternidade? De atenção aos marginalizados? De partilha de bens por tantos a quem falta tudo ou falta algo de especial? De trabalho, de casa, de pão, de melhor qualidade de vida? De uma reforma honesta que deixasse de vez de cheirar a esmola, não obstante o açúcar em que vem envolvido o seu aumento? De um espaço de esperança a sério para tanto e tanto jovem que não vê jeito de encontrar o primeiro emprego? De uma garantia de o único critério das relações entre homens (a começar e, sobretudo, pelos do Poder) seria a verdade e só a verdade?

De tudo isto é que nós precisávamos e tudo isto está na alma, na mensagem e no coração do Natal.

Mas, e infelizmente, o que esta propaganda nos traz é gastos desnecessários, é festas alienantes, é publicidade enganadora e agressiva, é, no fundo, maior pobreza de bens e de humanidade. E, enquanto que, nos “outros” períodos pré-eleitorais e eleitorais, já boa parte das pessoas reage com indiferença, aqui todos (ou quase) se deixam atingir.

Assim, o Natal é negócio. E no meio do negócio, Jesus Cristo não encontra lugar. Mesmo que o tal negócio se pretenda fazer “piedosamente a Seu pretexto…

O nosso mundo vive mergulhado numa profunda fome de Natal. Sentimos essa fome por todo o lado. Se fosse saciada esta fome de Natal, a sério, todos os outros bens viriam por acréscimo.

É que o Natal é Jesus. E Jesus, bem acolhido, é fonte e garantia de uma sociedade diferente. Então, não brinquemos com o Natal. Não brinquemos com Jesus. A experiência diz-nos que esta brincadeira fica cara.

*Bispo emérito de Setúbal (in página1/RR)



publicado por albufeiradiario às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (1)
partilhar

Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2009
Imagens que falam por si - XIV

 

FESTA DE NATAL

da

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA

de

ALBUFEIRA

 

d.r. fotos ALBUFEIRAsempre

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

d.r. fotos ALBUFEIRAsempre

 

N.A. - Peço aos visados nas fotos e aos visitantes do blog que tenham em consideração que nem o fotógrafo  é profissional nem a máquina é de grande qualidade. Mas que o trabalho foi feito com muito amor, lá isso foi! SANTO E FELIZ NATAL PARA TODOS.

Zé d'Albufeira

 



publicado por albufeiradiario às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (3)
partilhar

Domingo, 29 de Novembro de 2009
Iluminações reduzidas

NATAL DE CRISE

ZÉ D'ALBUFEIRA       d.r.

O pórtico de Natal dos paços do Município vai minguando ano após ano. Vítima também ele do apertar dos cordões à bolsa a que os poderes públicos são obrigados, por força da crise que grassa por todos os lados. Aliás, as iluminações de Natal inauguradas sexta-feira dão disso boa nota. A própria autarquia admitiu ter engalanado as mesmas artérias de outros anos, mas com menos motivos e, obviamente,  menores custos.

Mas francamente, a pergunta coloca-se com pertinência: teria sido mesmo necessário reduzir as dimensões do pórtico colocado na praça mais nobre e emblemática do poder local democrático em Albufeira? Penso que um pórtico de maiores dimensões e mais vistoso (e atractivo), no mínimo idêntico aos de épocas passadas, não iria agravar por aí além, no cômputo geral, nem os consumos previstos nem os custos orçamentados.

Às vezes, para mostrar que são rigorosos e poupados os nossos políticos cometem exageros que, no fundo, não representam qualquer benefício para o bem comum. Servem apenas para fazer passar a imagem que no momento lhes convém.

 

*fotos ALBUFEIRAsempre                                                                                             d.r. 



publicado por albufeiradiario às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (1)
partilhar

Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007
Esperança no Deus Menino que vai nascer

MENSAGEM DE NATAL

DO BISPO DO ALGARVE

.

O Bispo do Algarve, na sua Mensagem de Natal para este ano, volta a anunciar aos cristãos algarvios a mesma novidade proclamada há 2000 anos pelos anjos aos pastores de Belém, exortando-os à esperança.

 

D. Manuel Neto Quintas

“Dirijo-vos o mesmo convite dos anjos aos pastores de Belém, perturbados com tudo o que de estranho, se passava à sua volta: não temais, porque vos anuncio uma grande alegria para todo o povo: nasceu-vos hoje na cidade de David, um Salvador, que é Cristo Senhor (Lc 2, 10-11)”, escreve D. Manuel Quintas, reconhecendo que “são, de facto, muitos os medos, com as origens mais diversas, que hoje nos assaltam, uns provocados pela imprevisibilidade de calamidades naturais, outros por limitações e excessos humanos; uns exteriores a nós próprios, outros que têm a sua origem no mais profundo de nós mesmos, muitos deles, consequência dos primeiros”. “Face a todas as formas de medo, geradoras de insegurança e instabilidade, irrompe, mais uma vez, nesta quadra festiva, este anúncio portador de alegria e de esperança para todos: nasceu-vos, hoje, um Salvador, que é Cristo Senhor!”, sublinha o Bispo diocesano, garantindo que é Jesus Cristo “a fonte desta alegria e desta esperança”. “Dessedentar-se nesta fonte significa acolher Cristo pela fé”, explica o Prelado.
Lembrando a palavra de Bento XVI na recente encíclica ‘Spe Salvi’, D. Manuel Quintas lembra que “esperança equivale a fé”. “Quem tem esperança, vive diversamente; foi-lhe dada uma vida nova”, reescreve o Bispo do Algarve sublinhando que “a verdadeira e grande esperança do homem, que resiste apesar de todas as desilusões, só pode ser Deus – o Deus que nos amou, e ama ainda agora «até ao fim», «até à plena consumação»”.
.

Fonte: "Folha do Domingo"

.



publicado por albufeiradiario às 15:06
link do post
partilhar

Domingo, 16 de Dezembro de 2007
A poesia de
Maria da Conceição Elói (Madressilva)

 

  Nasceu Jesus

Chega o Natal. Ao de leve,

Seu níveo manto descerra,

A peneirar sobre a terra

Sua poesia de neve.

 

O vento, frio e cortante,

Traz-nos o som argentino,

Do toque alegre do sino

Na ermidinha distante.

 

E de quebrada em quebrada,

De monte em monte ecoando,

Do alto vai acordando

As almas em revoada.

 

E toda a gente da aldeia,

Tal como outrora em Belém,

Acorre prestes também

À capela humilde e feia.

 

Todos lá vão: os pastores,

Vão os zagais, os criados,

Lavradores abastados,

Os rudes trabalhadores:

 

Que o sino posto no pico

Da torre branca e esguia

Chama toda a freguesia

Desde o mais pobre ao mais rico.

 

Glória a Deus, nasceu Jesus!

E todos querem saudá-lo

E assim a “Missa do Galo”

Perfuma as almas de luz…

 

Deus, em palhinhas nasceu

No meio da maior pobreza!

Que trono de realeza

O Rei divino escolheu!...

 

Mas nesse exemplo profundo

Brilha a chama da Verdade,

A pregar quanto é vaidade

Toda a grandeza do mundo

… … … … … … … … …

E a neve cai sem cessar

A neve cai de mansinho

A peneirar, no caminho,

A branca luz do luar…

.



publicado por albufeiradiario às 23:59
link do post
partilhar

Domingo, 9 de Dezembro de 2007
Desfile de Pais Natais

CÂMARA PROMOVE LAICIZAÇÃO DAS CRIANÇAS

         ZÉ D'ALBUFEIRA                        

 

Mais uma vez, cedendo a minorias sem expressão e temendo ser identificado com os mais profundos sentimentos do povo português, o executivo camarário de Albufeira promove uma acção de Natal nas escolas do concelho, promovendo o Pai Natal e ignorando deliberadamente a razão de ser do Natal: o nascimento de Jesus Cristo - o Menino-Jesus da nossa crença.

Por que é que os homens públicos têm de fingir, reprimindo as suas próprias convicções?

.



publicado por albufeiradiario às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (2)
partilhar

pesquisar
 
Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
15
16
17
18

19
20
21
22
24
25

26
28
29
30
31


posts recentes

Al Mouraria

Tradição muito antiga

Apesar da crise

Depois de anos na penumbr...

Sem Jesus

Imagens que falam por si ...

Iluminações reduzidas

Esperança no Deus Menino ...

A poesia de

Desfile de Pais Natais

arquivos

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Junho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

links
blogs SAPO
subscrever feeds